Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

Em dia de tributo a Eriksen, Dinamarca sai na frente, mas Bélgica vira com De Bruyne

Publicado

em

Em dia de tributo a Eriksen, Dinamarca sai na frente, mas Bélgica vira com De Bruyne

Jogando em casa, dinamarqueses têm boa atuação, perdem chances e sofrem nova derrota depois de astro do City sair do banco e ser decisivo. Torcedores das duas seleções fazem homenagens ao camisa 10 da Dinamarca

Resumão

 

Em dia marcado pelas homenagens a Christian Eriksen, a Dinamarca não conseguiu somar seus primeiros pontos na Euro 2020. A equipe nórdica saiu na frente, teve boa atuação, mas sofreu uma derrota de virada para a Bélgica, por 2 a 1, nesta quinta-feira, no Estádio Parken, em Copenhague. Poulsen marcou no segundo minuto de jogo, mas Kevin De Bruyne comandou a vitória belga no segundo tempo, dando a assistência para Thorgan Hazard, aos nove minutos e marcando o gol da vitória, aos 24.

Kevin de Bruyne teve atuação decisiva para a virada da Bélgica

Kevin de Bruyne teve atuação decisiva para a virada da Bélgica (Foto: Reuters)

 

BÉLGICA CLASSIFICADA!

 

A vitória faz com que a Bélgica seja a segunda seleção a garantir uma vaga nas oitavas de final da Eurocopa, se juntando à Itália. A atual líder do ranking mundial chegou a seis pontos e se manteve na liderança do grupo B, garantindo um lugar ao menos entre os três primeiros colocados. No pior dos cenários, avançará como um dos melhores terceiros, mas um empate contra a Finlândia, na última rodada, assegura a classificação e a liderança da chave.

 

DINAMARCA AINDA COM CHANCES

 

A segunda derrota seguida deixou a torcida dinamarquesa desanimada, mas a equipe ainda tem chances de classificação. O time joga com a obrigação de vencer a Rússia na última rodada e torce para que a Bélgica vença a Finlândia. Neste caso, haveria um empate triplo entre dinamarqueses, russos e finlandeses – que faria o grupo ser decidido no saldo de gols. Se a Dinamarca vencer por ao menos dois gols de diferença, se classifica como segunda colocada do grupo B.

 

PARA CHRISTIAN ERIKSEN

 

Além do alto nível em campo, o duelo desta quinta foi marcado por diversas homenagens ao meia Christian Eriksen, que sofreu uma parada cardíaca em campo diante da Finlândia e se recupera em um hospital ao lado do Estádio Parken. Antes de a bola rolar, a Uefa colocou o número 10 e o nome do jogador na enorme camisa da Dinamarca do protocolo pré-jogo. A Bélgica entregou ao capitão Kjaer uma camisa da seleção com o número 10 e o nome de Christian enquadrada e assinada por todo o elenco. E, aos 10 minutos, veio a mais bela homenagem: todos os atletas pararam em campo para aplaudir Eriksen juntos.

Aos 10 min do 1º tempo - homenagem dos jogadores e da torcida a Christian Eriksen

Aos 10 min do 1º tempo – homenagem dos jogadores e da torcida a Christian Eriksen

Eriksen é homenageado com camisa gigante antes de Dinamarca x Bélgica

Eriksen é homenageado com camisa gigante antes de Dinamarca x Bélgica

Kjaer com camisa entregue pela Bélgica para Eriksen

Kjaer com camisa entregue pela Bélgica para Eriksen (Foto: Reuters)

Kjaer e Lukaku: amigos de Eriksen aplaudiram o meia

Kjaer e Lukaku: amigos de Eriksen aplaudiram o meia (Foto: Reuters)

COMEÇO ACELERADO

 

Depois da derrota para a Finlândia na estreia, a Dinamarca entrou em campo contra a Bélgica precisando pontuar. E teve um início bem acelerado. Poulsen abriu o placar com um minuto e 38 segundos de jogo, e o Estádio Parken se animou, impulsionando o time a manter a pressão e criar novas chances. Os dinamarqueses não conseguiram converter mais oportunidades, mas conseguiram segurar os belgas, que jogaram mal no primeiro tempo.

 

CRAQUE DECISIVO

 

No intervalo, então, o técnico Roberto Martínez fez uma mudança que alterou o panorama do jogo. Kevin De Bruyne, que não jogou na estreia e começou no banco nesta quinta depois de passar por uma cirurgia na face, foi a campo e aumentou a criatividade belga. A equipe começou a ter mais volume ofensivo e conseguiu o empate com Thorgan Hazard, que recebeu bela assistência do meia do City. Aos 24, De Bruyne virou para a Bélgica com um chute de fora da área. A Dinamarca seguiu buscando o empate, criou chances, mas acabou derrotada. Lukaku foi eleito o melhor em campo pela Uefa, mas De Bruyne foi quem mudou o jogo.

De Bruyne comandou virada da Bélgica nesta quinta

De Bruyne comandou virada da Bélgica nesta quinta (Foto: Reuters)

.

.

.

Fontes: Ge – Globo Esporte.

mais lidas