Siga nossa Redes

Sem categoria

Concessionária tem projeto para acabar com cruzamentos em nível em Votuporanga

Redação

Publicado

em

Concessionária tem projeto para acabar com cruzamentos em nível em Votuporanga

Cidade atualmente sofre com cruzamento da linha férrea com as ruas. Projeto visa construção de viadutos e passarelas.

Retirar a linha férrea por completo da área urbana de Votuporanga (SP) é difícil e caro, por isso, um projeto está pronto e foi apresentado para o governo federal para criação de viadutos e passarelas, e assim a cidade ficaria sem cruzamentos em nível dos trilhos com carros e pedestres.

A proposta é da concessionária, e ela faria tudo sem custos adicionais para a União, mas em contrapartida quer renovar a concessão por mais 30 anos. O encontro reuniu o diretor da ANTT, Agência Nacional de Transportes Terrestres, o superintendente do Dnit, Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes e um gerente da empresa que administra a malha ferroviária.

Durante a coletiva, o prefeito de Votuporanga, João Dado, apresentou os três pontos onde devem ser feitas as obras de transposição da ferrovia na cidade. “As obras vão representar a possibilidade de Votuporanga ter um crescimento harmonioso”, afirma.

Uma das obras mais importantes é o viaduto que vai permitir o prolongamento da avenida República do Líbano sobre a ferrovia, facilitando o acesso a zona sul da cidade. Os donos de três propriedades assinaram a doação de quase dez mil metros quadrados para a construção.

O outro viaduto deve ser construído no cruzamento da linha com a estrada vicinal Adriano Pedro Assi, conhecida como estrada 27, que liga Votuporanga a Sebastianópolis do Sul e é bastante movimentada.

O investimento para a construção dos viadutos, sobre o trecho da ferrovia que corta Votuporanga é de R$ 12,5 milhões e outras cidades da região, como Fernandópolis (SP) e Santa Fé do Sul (SP) também estão no cronograma de obras.

O início das obras depende da renovação da concessão da ferrovia com a Rumo, que aguarda a aprovação do governo federal.

“As cidades que têm projeto como é o caso de Votuporanga estão na frente porque já tem algo, sobre o que tem fazer, custo da obra, mas não posso precisar quando começa a obra em Votuporanga”, diz o gerente de relações governamentais Emanuel Tavares.

A retirada dos trilhos da área urbana de São José do Rio Preto (SP) também está prevista nesse pacote de obras. Durante a reunião, o diretor da ANTT também falou sobre a concessão do trecho da ferrovia norte sul, que passa pela região e deve sair dentro de alguns dias. “Antt tem como previsão lançar audiência pública em julho no máximo”, afirma o diretor da ANTT Sérgio Lobo.

Carros aguardam trem passar para atravessar cruzamento (Foto: Reprodução/TV TEM)

Carros aguardam trem passar para atravessar cruzamento (Foto: Reprodução/TV TEM)

mais lidas