Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Saúde

Cidade de SP vacina grávidas que receberam 1ª dose de AstraZeneca e faz repescagem para grupos de 30 a 34 anos nesta segunda

Publicado

em

Cidade de SP vacina grávidas que receberam 1ª dose de AstraZeneca e faz repescagem para grupos de 30 a 34 anos nesta segunda

A cidade de São Paulo vacina contra a Covid-19 nesta segunda-feira (26) 652 grávidas e puérperas que receberam a primeira dose da AstraZeneca e que completarão o esquema vacinal da segunda dose com o imunizante da Pfizer.

Também acontece nesta segunda-feira a repescagem da vacinação para as pessoas dos grupos etários de 30 a 34 anos que ainda não tomaram a primeira dose.

Para se imunizar é obrigatório apresentar comprovante de residência na capital e um documento de identificação.

Segundo o cronograma da Prefeitura de São Paulo, novos grupos etários só começarão a receber as doses na terça-feira (27), quando está previsto o início para pessoas com 29 anos.

Neste domingo (25), o prefeito Ricardo Nunes (MDB) suspendeu por falta de doses a data para o grupo etário de 28 anos, que anteriormente havia sido confirmada para começar na quinta-feira (29).

“Eu havia anunciado que nós faríamos na quinta e sexta 28 anos. Estou retirando essa confirmação. A gente tinha um diálogo com o estado que, aparentemente, nós prefeitura interpretamos mal com relação às doses. Então o que está confirmado é terça e quarta vacinação pra 29 anos”, disse Nunes neste domingo.

 

Ao G1, a Secretaria Estadual de Saúde afirmou que o calendário estadual prevê o início da imunização do público de 25 a 29 anos até o dia 5 de agosto.

“A Secretaria de Estado da Saúde encaminhará para todos os municípios novas doses em tempo oportuno para a vacinação deste grupo, de acordo com o calendário estabelecido. Neste momento estão sendo vacinadas as pessoas entre 30 e 34 anos”, diz a nota.

A pasta estadual afirmou ainda que “aguarda o envio de mais doses por parte do Ministério da Saúde, como os imunizantes da Pfizer que desembarcaram no Brasil nesta semana, para a continuidade da campanha em SP. O órgão federal ainda não sinalizou aos estados quando estas doses serão distribuídas.”

Calendário atualizado de vacinação na capital:

  • Segunda-feira (26): 2ª dose de Pfizer para 652 grávidas e puérperas que tomaram AstraZeneca e repescagem para 30 anos ou mais.
  • Terça (27) e quarta-feira (28): 29 anos.
  • (Datas das outras faixas etárias ainda não foram divulgadas pela prefeitura)

 

A vacinação é realizada na capital em megapostos com acesso a pedestres, postos que funcionam exclusivamente em sistema drive-thru e AMAs/UBSs Integradas. (Veja a lista completa dos endereços)

Pelo Filômetro, é possível acompanhar a situação de espera nos postos de vacinação contra Covid-19 que estão em funcionamento na cidade.

Veja os grupos prioritários que já podem se vacinar na Cidade de SP

  • Pessoas com comorbidades com mais de 18 anos
  • Pessoas sem comorbidades com mais de 30 anos
  • Pessoas com deficiência permanente, beneficiários do BPC, com mais de 18 anos
  • Pessoas com deficiência permanente (não beneficiários do BPC) acima de 18 anos
  • Gestantes e Puérperas (até 45 dias após o parto), acima de 18 anos, sem comorbidades
  • Gestantes e Puérperas (até 45 dias após o parto) com comorbidades (acima de 18 anos)
  • Aeroportuários do Aeroporto de Congonhas – funcionários do aeroporto e dos serviços auxiliares ao transporte aéreo
  • Aeronautas – funcionários das companhias aéreas nacionais
  • Profissionais de Saúde com mais de 18 anos
  • Estudantes em Saúde cursando o último ano de formação
  • Estudantes de área técnica em saúde, cursando o último ano e em estágio
  • Trabalhadores de transporte coletivo (motoristas e cobradores)
  • Metroviários e ferroviários (área de segurança, manutenção, limpeza e agentes de estação na linha de frente com 47 anos ou mais, além de operadores de trem de todas as idades)
  • Pessoas com Síndrome de Down com mais de 18 anos
  • Pacientes em Terapia Renal Substitutiva com mais de 18 anos
  • Pessoas transplantadas imunossuprimidas com mais de 18 anos
  • Profissionais da Educação com mais de 18 anos
  • Pessoas em situação de Rua Cadastradas nos Centros de Acolhida
  • Trabalhadores de cemitérios públicos e privados do município de São Paulo
  • Trabalhadores no atendimento direto a vulneráveis da SMADS
  • Trabalhadores no atendimento direto a vulneráveis da SMDHC
  • Pessoas em situação de rua com mais de 18 anos
  • População indígena vivendo em terras indígenas com mais de 18 anos
  • Pessoas com 18 anos ou mais com deficiência, residentes em Residências Inclusivas (institucionalizadas)

.

.

.

G1

mais lidas