Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Dia a Dia

Apelidada de ‘Daianinha de Guarulhos’, ginasta Rebeca Andrade começou a carreira treinando em projeto social da cidade na Grande SP

Publicado

em

Apelidada de 'Daianinha de Guarulhos', ginasta Rebeca Andrade começou a carreira treinando em projeto social da cidade na Grande SP

Uma das favoritas a medalha na ginástica artística nas Olimpíadas de Tóquio, Rebeca Andrade, de 22 anos, iniciou a carreira no projeto social Iniciação Esportiva, da Prefeitura de Guarulhos, na Grande São Paulo. Lá, ela ganhou o apelido de “Daianinha de Guarulhos”. A inspiradora, a ginasta Daiane dos Santos, conquistou nove medalhas de ouro em campeonatos mundiais no solo entre 2003 e 2006.

Rebeca começou a treinar aos 4 anos no Ginásio Bonifácio Cardoso. “A Rebeca desde pequena sempre foi muito travessa, tudo que ela fazia era pulando, ela levava muito jeito para a coisa, mas eu não tinha muita noção de como funciona as coisas, onde tinha ginásio”, conta a mãe da ginasta, Rosa Rodrigues, de 51 anos.

Segundo Rosa, o acaso interveio, e a tia de Rebeca, que era funcionária pública, teve que cobrir a licença de uma outra pessoa que trabalhava no ginásio da cidade. Na semana em que a tia começou a trabalhar por lá, estavam abertas as inscrições para testes de novos atletas. Ela levou Rebeca, que na época tinha 4 anos, para se inscrever. Foi nesse dia de teste que ela levou o apelido de ‘Daianinha’.

O passo seguinte foi dado por Mônica Barroso dos Anjos, técnica da equipe de ginástica de Guarulhos e árbitra internacional. Foi ela quem descobriu Rebeca na Iniciação Esportiva. Mônica treinou a jovem por um ano e meio. Em seguida, a encaminhou para o grupo de alto rendimento, onde Rebeca disputou competições representando Guarulhos, como o estadual, o brasileiro e até um interclubes em Cuba, em 2009.

Rebeca Andrade em Cuba em uma competição por Guarulhos — Foto: Arquivo pessoal
Rebeca Andrade em Cuba em uma competição por Guarulhos — Foto: Arquivo pessoal

“Me lembro que peguei na mãozinha dela e perguntei: ‘Quer fazer o teste?’. Pedi para que ela pulasse no tablado e na hora eu brinquei: ‘Uau! essa é a futura Daiane dos Santos!’. Depois pedi para ir para a barra, abrir espacate, dar estrelinha. Eu, que trabalho há muito tempo na área, já via que ela levava jeito, era veloz, explosiva, tinha o biotipo com muito músculo, bem definida.”

 

Rebeca treinou por cinco anos, entre 2005 e 2010, no ginásio de Guarulhos com o projeto do município que atende crianças e jovens com idade entre 7 e 17 anos. Além da ginástica artística, há diversas modalidades, como futsal, voleibol, basquete, futebol, handebol e natação, entre outras. Atualmente, cerca de 5 mil jovens são atendidos pelo projeto.

.

.

.

G1

mais lidas