Siga nossa Redes

Esportes

Análise: quem sobe e quem desce entre os garotos do Palmeiras no laboratório do Paulistão

Redação SP

Publicado

em

Análise: quem sobe e quem desce entre os garotos do Palmeiras no laboratório do Paulistão

Abel Ferreira usou o jogo contra o Botafogo para rodar jovens. Uns aproveitaram; outros não…

O empate por 0 a 0 com o Botafogo na noite deste domingo, pelo Paulistão, teve uma utilidade central para o Palmeiras: dar rodagem e tempo de jogo a alguns garotos.

Esse foi o principal aspecto positivo a se tirar de uma partida muito fraca tecnicamente, das duas equipes.

Fabinho em ação no jogo contra o Botafogo — Foto: Cesar Greco\Palmeiras

Fabinho em ação no jogo contra o Botafogo — Foto: Cesar Greco\Palmeiras

As novidades no Palmeiras desde o início do jogo foram os garotos Vanderlan, Garcia, Fabinho e Giovani. E, mesmo sem brilhar, eles fizeram um papel interessante em meio à falta de inspiração geral.

Quem mais se destacou foi Fabinho. As palavras de Abel na coletiva sobre o meio-campista exemplificam bem a atuação: “Mostrou que tem muita personalidade e caráter”.

O garoto foi quem mais chamou o jogo no meio, se apresentando na construção das jogadas e tendo papel importante na organização da equipe, algo que ele já vinha demonstrando durante as partidas. Ainda que de maneira prematura, vai surgindo uma alternativa para o treinador.

Vanderlan fez partida segura atuando como zagueiro pelo lado esquerdo. Ele, que também joga como lateral, mostrou qualidade nos passes para iniciar as jogadas, algo que Abel Ferreira valoriza muito nessa função.

Outro jovem com boa partida, este já mais conhecido dos palmeirenses, foi o zagueiro Renan, novamente muito seguro nas disputas pelo alto e por baixo.

Garcia e Giovani estiveram um pouco abaixo, mas também não comprometeram e fizeram partida regular, algo importante em um início de caminhada no profissional.

Por outro lado…

 

Da mesma forma que os jovens acima ganham pontos neste começo de caminhada na equipe principal, outros não conseguem aproveitar as oportunidades. E o ataque liga um alerta com relação ao elenco neste momento.

Rafael Elias e Gabriel Silva foram muito mal em Ribeirão Preto. Newton pouco pegou na bola. Os três são alternativas para a posição em que Abel Ferreira mais pede reforços: centroavante.

Newton chega forte em carrinho

Newton chega forte em carrinho

Atuações como a deste domingo fazem o discurso do técnico ganhar ainda mais força pela necessidade para uma contratação para a função.

Em meio à maratona de jogos, sobretudo com o início da Libertadores e a primeira fase sendo disputada em pouco mais de um mês, o Paulistão será um grande laboratório para o elenco do Palmeiras.

Com pouco dinheiro para reforços e muitos jogos pela frente, os garotos devem ter muitas chances. O que só vai valer se eles souberem aproveitá-las.

.

.

.

Fonte: GE – Globo Esporte.

Publicidade
Publicidade

mais lidas