Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Sem categoria

Prefeitura de SP quer revitalizar esquina das avenida Ipiranga e São João, endereço mais famoso da cidade

Publicado

em

Prefeitura de SP quer revitalizar esquina das avenida Ipiranga e São João, endereço mais famoso da cidade

Local foi eternizado na música “Sampa” de Caetano Veloso. Licitação de mais de R$ 5 milhões inclui requalificação de calçadas, iluminação, colocação de bancos, lixeiras, árvores e reforma de fachadas.

A Prefeitura de São Paulo lançou uma publicação para revitalizar a esquina mais famosa da cidade, da Avenida Ipiranga com a Avenida São João, no Centro da cidade. O endereço foi eternizado na música “Sampa” de Caetano Veloso.

A empresa que for escolhida vai ter que fazer obras em calçadas e travessia de pedestres na Avenida Ipiranga, entre a Praça da República e a Avenida Rio Branco. Isso inclui a esquina da Ipiranga com a São João.

A vencedora da licitação também deve reformar o revestimento da fachada de alguns prédios. Além disso, está prevista a requalificação de uma praça na confluência das ruas Conselheiro Nébias, Timbiras e Avenida São João.

O projeto inclui o alargamento das vias, piso tátil e com cores para os pedestres, sinalização, bancos, lixeiras, iluminação especial, plantar árvores. A região deve ganhar quatro estátuas de bronze homenageando os artistas Adoniran Barbosa e Paulo Vanzolini, além de duas figuras de antigamente como o fotógrafo lambe-lambe e o tocador de realejo. A ideia da prefeitura é que o local se torne um ponto turístico.

Atualmente que passa pelo local tem que conviver com a degradação da região e violência.

Famosa esquina de SP entre as avenidas Ipiranga e São João, no Centro, vai ser revitalizada — Foto: Reprodução TV Globo

Famosa esquina de SP entre as avenidas Ipiranga e São João, no Centro, vai ser revitalizada — Foto: Reprodução TV Globo

Buracos em faixas de pedestres, calçadas com piso português mal conservadas, pichações em prédios, propagandas e adevisos em placas de trânsito.

“Vinha muitos boêmios, músicos, o Centro era maravilhoso. Agora está abandonada [a esquina], suja, as calçadas todas quebradas”, disse o comerciante Vitor Stabile.

A previsão inicial é que o projeto custe um pouco mais de R$ 5 milhões .

O projeto não cita questões polêmicas como os sem-teto que vivem nas ruas e os prédios abandonados.

O secretário de Urbanismo e Licenciamento, Cesar Azevedo, diz que a prefeitura está cuidando desses problemas sociais. “A pandemia nos traz ainda mais senso de urgência de requalificação de resgatar a vocação dessas regiões e que a gente consiga devolver esses espaços públicos, devolver esse Centro para a cidade de São Paulo de maneira que ele seja mais atrativo, mais aconchegante e os paulistanos possam voltar a utilizar a região Central”, disse.

As obras devem durar seis meses depois do término da licitação.

.
.
.
G1

mais lidas