Diário de São Paulo
Siga-nos

Taxista é baleado e morre após briga com policial civil

Um taxista morreu na madrugada desta sexta-feira (4) após se envolver em uma briga com um policial civil no Itaim Bibi, na Zona Sul de São Paulo.

Taxista é baleado e morre após briga com policial civil
Taxista é baleado e morre após briga com policial civil

Redação Publicado em 04/11/2016, às 00h00 - Atualizado às 08h02


Policial teria desviado de buraco e cortado taxista na Rua Joaquim Floriano.
Após discussão, houve troca de tiros e taxista foi atingido no peito e pescoço.

Um taxista morreu na madrugada desta sexta-feira (4) após se envolver em uma briga com um policial civil no Itaim Bibi, na Zona Sul de São Paulo.

Um policial civil, que estava de folga, saiu de uma lanchonete e estava na Rua Joaquim Floriano quando tentou desviou de um buraco e acabou fechando o carro do taxista que estava logo atrás. O taxista se irritou com a manobra e começou a discutir, segundo a polícia.

Por volta da 1h teve início um tiroteio. De acordo com a polícia, o taxista atirou uma vez e o policial duas. A perícia ainda não sabe quem atirou primeiro. O taxista foi atingido no peito e no pescoço.

Adriano Marques Bechara, de 31 anos, foi socorrida ao Hospital das Clínicas, mas não resistiu aos ferimentos.

O policial foi ouvido na delegacia e depois liberado. Inicilamente, o caso foi registrado como tentativa de homicídio e que o policial teria agido em legítima defesa. José Bechara, pai de taxista, nega que filho tinha arma.

Compartilhe  

últimas notícias