Diário de São Paulo
Siga-nos

Número de mortes em estradas federais de SP quase triplica no fim do ano

O número de mortes nas estradas federais que cortam São Paulo quase triplicou no fim do ano passado. Segundo o SPTV, entre 23 de dezembro e 1º de janeiro,

Número de mortes em estradas federais de SP quase triplica no fim do ano
Número de mortes em estradas federais de SP quase triplica no fim do ano

Redação Publicado em 03/01/2017, às 00h00 - Atualizado às 11h20


Foram 11 mortes entre 23 de dezembro e 1º de janeiro, contra quatro no mesmo período de 2015.

O número de mortes nas estradas federais que cortam São Paulo quase triplicou no fim do ano passado. Segundo o SPTV, entre 23 de dezembro e 1º de janeiro, foram 11 pessoas mortas, contra quatro no mesmo período de 2015.

Ao todo, no mesmo período, foram registrados 172 acidentes nas estradas federais paulistas, com 175 feridos. O acidente mais grave foi na madrugada de sexta-feira (30), quando um ônibus e um caminhão colidiram na Via Dutra, em Jacareí, no interior. O motorista do coletivo morreu e 20 pessoas ficaram feridas na batida.

Das rodovias federais, só na Fernão Dias não foram registrados acidentes com mortes. Mesmo assim, o perigo e a imprudência viajaram com os motoristas.

O SPTV flagrou pedestres caminhando entre as pistas, motoristas dirigindo pelo acostamento, dando ré e subindo na zebra só para não ir até o próximo retorno. No trecho onde a velocidade máxima era de 80 km/h um carro passou a 147 km/h.

Dos 5 mil motoristas que sopraram o bafômetro, 74 foram multados em R$ 2.934 por embriaguez ao volante. Destes, 13 acabaram presos.

Nas rodovias estaduais, a Polícia Rodoviária divulgou o número de acidentes e de vítimas do ano passado inteiro. Foram 1.760 mortos, um aumento de um por cento em relação ao ano anterior.

Compartilhe  

últimas notícias