Diário de São Paulo
Siga-nos

COPA 2022: entenda os detalhes da competição e a classificação das seleções

Imagem COPA 2022: entenda os detalhes da competição e a classificação das seleções

Publicado em 04/07/2022, às 00h00 - Atualizado às 11h04 Redação


A Copa do Mundo é, sem dúvida, um dos acontecimentos mais aguardados do segundo semestre de 2022. O evento será sediado no Qatar e a data de estreia está marcada para o dia 21 de novembro.

Neste dia, a competição será iniciada no estádio Al Thumama, com a disputa entre Senegal x Holanda, às 7h. Contudo, a cerimônia de abertura acontecerá ás 13h, antes do jogo entre Qatar e Equador.

De acordo com informações da FIFA, a fase de grupos será realizada até o dia 2 de dezembro, com quatro partidas por dia. A final será no dia 18 de dezembro.

A Copa 2022 também é simbólica por ser a primeira vez que o torneio ocorre durante os meses de novembro a dezembro, desde a edição de 1930, no Uruguai. Geralmente, o maior evento global de futebol é realizado por volta de junho, quando é verão no hemisfério norte e inverno no sul.

Por outro lado, essa mudança foi motivada pelo clima do Qatar, que durante o verão alcança temperaturas muito elevadas. Em muitas ocasiões, o calor prejudica as atividades e a rotina dos civis, impedindo alguns profissionais de trabalhar e limitando o tempo de permanência nas ruas. Logo, essa condição também prejudicaria os treinos e as partidas de futebol, além de colocar em risco a segurança dos jogadores.

Mesmo assim, com a contagem regressiva já iniciada, os amantes de futebol estão preparados para celebrar a ocasião e acompanhar suas seleções nas disputas. Após a classificação das nações, o Comitê Executivo da FIFA definiu toda a programação de jogos, os estádios onde ocorrerão e, inclusive, as instalações onde os atletas de cada seleção ficarão hospedados e treinarão.

Confira as informações mais relevantes sobre a Copa 2022:

Seleções classificadas

O evento conta com uma lista com 32 seleções classificadas. O último jogo da repescagem aconteceu no dia 14 de junho, no qual a Costa Rica derrotou a Nova Zelândia por 1 a 0 e conquistou sua vaga na competição.

Em abril, a FIFA realizou o sorteio dos grupos do torneio mundial. O Brasil integra o grupo G, junto com Sérvia, Suíça e Camarões. Por coincidência, na Copa de 2018, o Brasil já havia enfrentado as duas seleções europeias e havia se classificado em primeiro lugar.

Veja a organização dos grupos:

Grupo A: Qatar, Equador, Senegal e Holanda
Grupo B: Inglaterra, Irã, Estados Unidos e País de Gales
Grupo C: Argentina, Arábia Saudita, México e Polônia
Grupo D: França, Austrália, Dinamarca e Tunísia
Grupo E: Espanha, Costa Rica, Alemanha e Japão
Grupo F: Bélgica, Canadá, Marrocos e Croácia
Grupo G: Brasil, Sérvia, Suíça e Camarões
Grupo H: Portugal, Gana, Uruguai e Coreia do Sul

Jogos da seleção brasileira

O primeiro jogo da seleção brasileira acontecerá no dia 24 de novembro, quinta-feira, contra a Sérvia, no estádio Lusail, palco da decisão do Mundial, que tem capacidade para 80 mil pessoas Em seguida, o Brasil volta a campo no dia 28 de novembro, contra a Suíça, no estádio 974. A última partida da primeira fase será no dia 2 de dezembro, sexta-feira, contra Camarões.

16h Brasil x Sérvia (24/11, quinta-feira), no Lusail Stadium
13h Brasil x Suíça (28/11, segunda-feira), Stadium 974 (Porto de Doha)
16h Camarões x Brasil (2/12, sexta-feira), Lusail Stadium

Estádios

Para o evento, serão usados 12 estádios: o Lusail Stadium, Khalifa International Stadium, Al Thumama Stadium, Al Janoub Stadium, Al Bayt Stadium, Ahmad Bin Ali Stadium, Ras Abu Stadium e o Education City Stadium

Infraestrutura: Hotel e CT

O centro de treinamento (CT) da seleção brasileira durante a Copa do Mundo estará localizado no complexo esportivo do Al Arabi.

A quatro meses antes do início do evento, as instalações internas dos edifícios ainda estão inacabadas, revelaram veículos de imprensa internacionais.

Em março, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) informou que a seleção chegará ao CT logo no início de novembro. Os jogadores convocados farão treinos no campo, exercícios físicos e outras atividades nas academias disponibilizadas. Além disso, a CBF anunciou que o local também contará com estrutura para coletivas de imprensa e uma área de convivência para os atletas receberem suas famílias.

Os treinos da seleção acontecerão no estádio Grand Hamad e a equipe ficará hospedada no Westin Doha Hotel & Spa. Segundo a FIFA, cada centro de treinamento disponível para a Copa já conta com um hotel correspondente para acomodar os atletas.

A distância do local de treinos para o hotel é de aproximadamente 4 km. Em dias úteis, o trajeto pode ser feito entre 10 e 15 minutos, a depender do trânsito. Como a seleção terá batedores a disposição, o tempo de deslocamento tende a ser menor.

O Westin Doha Hotel & Spa possui diárias que variam de R$ 900 a R$ 14 mil.

Clima no Qatar

Quando o país do Oriente Médio foi escolhido para sediar a Copa 2022, o Comitê executivo da FIFA tinha em mente as dificuldades para realizar o evento em um território de clima árido tropical.

Tradicionalmente, a Copa acontece entre junho e julho, que marca o início do verão no Hemisfério Norte. No entanto, o calor no Qatar nessa época do ano pode alcançar níveis extremos. Em virtude disso, a data de realização do evento foi marcada para novembro.

Em Doha, capital do país, a temperatura máxima média em junho chega a 42ºC, enquanto que em novembro, o calor pode ficar na faixa dos 30ºC.

Para contornar as barreiras do clima, o país vem adotando algumas medidas para facilitar a vida da população e dos turistas, com foco nas exigências comuns para a nação que vai sediar a Copa. Por isso, os estádios passaram a contar com um sistema de resfriamento do ar. Esse mecanismo envolve turbinas movidas a energia solar, que resfriam o ar do entorno da arena. Logo depois, os motores canalizam esse ar para o campo. A massa de ar circula pelo estádio, é sugada de volta, resfriada novamente, filtrada e enviada de novo, e assim o ciclo continua.

Mas, cada estádio tem seus recursos para atenuar os efeitos do calor. No Al Thumama, por exemplo, o exterior do estádio é todo branco, pois a cor vai refletir mais luz solar, contribuindo para o sistema refrigerar o ar debaixo dos assentos, reciclá-lo e jogá-lo de volta ao estádio, informou o site “Doha News”.

Sobre o país árabe

Localizado às margens do Golfo Pérsico, o Qatar é uma das poucas monarquias que restaram no planeta. O atual emir do país é Tamim bin Hamad Al Thani, de 42 anos.

Apesar do interesse de se mostrar como um país moderno e aberto para o mundo, o Qatar também protagonizou certos escândalos de violações de direitos humanos durante as obras para as construções de estádios para a Copa do Mundo.

Muitos operários relataram condições análogas á escravidão, com trabalhos compulsórios e em condições indignas.

A Anistia Internacional chegou a enviar um pedido à FIFA para pressionar o governo do Qatar a fiscalizar as obras e adotar medidas para proteger os direitos dos trabalhadores e suas condições de vida. Em contrapartida, o Ministério do Trabalho do país disse que o problema não é generalizado, pois se manifestou em “casos individuais”, e não há “sistêmicos e estruturais”.

Compartilhe