Diário de São Paulo
Siga-nos
COVID-19

Entenda por que a COVID-19 não se desenvolvem em algumas pessoas

Cientistas descobrem um possível “gene protetor”

Cientistas descobrem um possível “gene protetor” - Imagem: Reprodução / Freepik
Cientistas descobrem um possível “gene protetor” - Imagem: Reprodução / Freepik

Redação Publicado em 05/07/2024, às 19h17


Um estudo recém publicado feito através de uma colaboração entre o University College London, o Wellcome Sanger Institute e o Imperial College London, no Reino Unido, comprovou, com a ajuda de voluntários expostos ao vírus da COVID-19, que enquanto algumas pessoas experienciam os sintomas da doença outras nem sequer apresentam resultado positivo para a infecção com o vírus.

No experimento, 16 voluntários saudáveis, não vacinados e sem histórico prévio de COVID, foram expostos a doses igualmente baixas do vírus SARS-CoV-2 e tiveram amostras de tecido de diferentes áreas coletadas para análise da evolução da doença em laboratório, onde foi descoberto que mesmo com exposição igual ao vírus, alguns pacientes apresentaram testes de COVID negativos.

Com essas informações os cientistas identificaram um possível “gene protetor”, chamado HLA-DQA2, que foi identificado em nível muito menor nos infectados, podendo ser usado como um marcador de proteção, sendo possível usar esses dados para identificar quem provavelmente estará protegido contra o COVID-19 grave.

Compartilhe  

últimas notícias