Diário de São Paulo
Siga-nos
DESESPERO

Turistas brasileiros enfrentam deserto após assalto no Peru; veja vídeo

Turistas brasileiros caminham por quilômetros em busca de socorro após incidente durante visita ao Cânion de los Perdidos

Turistas brasileiros enfrentam deserto após assalto no Peru; veja vídeo - Imagem: Montagem SP Diário / Reprodução / Instagram @praladafronteira
Turistas brasileiros enfrentam deserto após assalto no Peru; veja vídeo - Imagem: Montagem SP Diário / Reprodução / Instagram @praladafronteira

Sabrina Oliveira Publicado em 11/07/2024, às 12h52


Andressa Alexandre, 27 anos, e Paulo Ricardo da Cruz, 32 anos, vivenciaram momentos de tensão durante um passeio turístico ao Cânion de los Perdidos, no Peru. O que era para ser uma experiência memorável se transformou em desespero quando o grupo de turistas foi surpreendido por assaltantes armados. Os criminosos levaram os pertences e um dos veículos do grupo, deixando-os isolados em uma região sem sinal de celular.

Sem outra opção, Andressa e Paulo decidiram caminhar pelo deserto peruano em busca de ajuda, percorrendo cerca de 25 quilômetros sob um sol escaldante. "Você está caminhando em um lugar sem nada, apenas areia infinita, e não sabe o quão longe precisa andar para encontrar civilização. É muito desesperador, faz você pensar muitas coisas. Às vezes até dá a sensação de estar em um filme", relembra Andressa.

O incidente ocorreu em maio e ganhou repercussão após o casal compartilhar nas redes sociais um vídeo detalhando o ocorrido. Agendado por uma agência local, o passeio ao cânion estava previsto para ser uma experiência de beleza natural, mas se transformou em uma prova de resistência diante da adversidade.

Após horas de caminhada, dividindo-se em grupos para aumentar as chances de encontrar ajuda, o grupo finalmente avistou um carro, aproximando-se com cautela até perceber que eram moradores locais enviados para socorrê-los. O alívio foi imenso, mas o susto ainda ecoava, especialmente após a resistência inicial das autoridades locais em registrar o Boletim de Ocorrência do incidente.

Apesar da experiência traumática, Andressa e Paulo destacam a hospitalidade peruana e as belezas do país. "Essa experiência não define nossa viagem. Foram 20 dias maravilhosos, fizemos amigos e conhecemos lugares incríveis. Os peruanos foram muito prestativos, nos sentimos acolhidos", enfatiza Andressa, ressaltando que o incidente não obscurece as memórias positivas da viagem.

@praladafronteira Uma situação assustadora durante a nossa última viagem e que fica de alerta para quem deseja conhecer esse lugar! #peru#peru🇵🇪#huacachina#huacachina_ica#ica#caniondelosperdidos#viagemperu♬ Suspense, horror, piano and music box - takaya
Compartilhe  

últimas notícias