Diário de São Paulo
Siga-nos

Samuel Dias fala em “tirar vícios” do Botafogo-SP e celebra defesa zerada há quatro jogos

O técnico Samuel Dias explicou o que é “tirar vícios” do atual Botafogo-SP. Em entrevista nesta segunda-feira, o comandante tricolor reforçou a ideia que quer

Samuel Dias fala em “tirar vícios” do Botafogo-SP e celebra defesa zerada há quatro jogos
Samuel Dias fala em “tirar vícios” do Botafogo-SP e celebra defesa zerada há quatro jogos

Publicado em 04/10/2021, às 00h00 - Atualizado às 18h28 Redação


Técnico explica modelo de jogo mais ofensivo e colhe também frutos defensivos na Copa Paulista

O técnico Samuel Dias explicou o que é “tirar vícios” do atual Botafogo-SP. Em entrevista nesta segunda-feira, o comandante tricolor reforçou a ideia que quer uma equipe ofensiva, que jogue com mais posse de bola e consiga construir mais jogadas, diferente do pensamento da antiga comissão técnica, de um futebol mais físico e reativo.

– A ideia dessa nova filosofia que estamos começando a implantar nos treinos é ter um pouco mais da bola, conseguir controlar mais o jogo, criar alternativas de jogadas, construções para a parte ofensiva. Nossa ideia é sempre vencer os jogos, atacar os adversários, mas precisamos ter mais inteligência, um pouco mais de ofensividade, que a gente quer e tem trabalhado para termos sucesso nas partidas. Isso é “tirar o vício”, que eu havia dito – detalhou Dias.

Treino do Botafogo-SP no campo de apoio ao Santa Cruz — Foto: João Victor Menezes/Agência Botafogo

Treino do Botafogo-SP no campo de apoio ao Santa Cruz — Foto: João Victor Menezes/Agência Botafogo

A transformação ofensiva também passa pelo setor defensivo, que tem colhido bons resultados nesta nova dinâmica botafoguense. Em quatro jogos com o técnico, três pela Copa Paulista e um pela Série C, o Pantera não sofreu nenhum gol.

– Não é coincidência. O grupo trabalha muito. A gente variou um pouco mais o sistema defensivo, pra deixar um pouco mais seguro, com mais coberturas, nos lados do campo e no centro. Isso vem desde a frente, com a marcação pressão, tentando colocar o pé na bola para criar dificuldade no adversário. Também vem do entendimento dos atletas, eles estão conseguindo entender, nos treinos de organização defensiva, temos ficado mais seguros. O melhor ataque é a melhor defesa e vice-versa. Os jogadores estão comprando essa ideia da gente ser um time mais protegido e seguro e tentar controlar o jogo em todas as fases – completou o técnico.

O Botafogo lidera o Grupo 1 da Copa Paulista com sete pontos e pode garantir vaga antecipada já na próxima rodada, caso vença o Votuporanguense, nesta terça-feira, às 15h, no estádio Santa Cruz.

.

.

.

Globo Esporte

Compartilhe