Diário de São Paulo
Siga-nos

Julianna Peña promete defender cinturão do UFC contra Amanda: "Não haverá mais desculpas"

Americana, que finalizou a brasileira no ano passado, faz revanche para defender título dos galos no UFC 277 neste sábado, em Dallas: "É a minha chance de firmar meu nome na história do UFC"

LUTADORA-DE-UFC - IMAGEM: REPRODUÇÃO GRUPO BOM DIA
LUTADORA-DE-UFC - IMAGEM: REPRODUÇÃO GRUPO BOM DIA

Publicado em 30/07/2022, às 15h03 IG


Julianna Peña quebrou a banca ao finalizar Amanda Nunes em dezembro do ano passado e tomar o cinturão peso-galo (até 61,2kg) da brasileira. Mas a americana de 32 anos entendeu que precisaria de uma revanche para tirar qualquer dúvida de quem quer que duvidasse do seu feito. É nisso que ela está focada em fazer neste sábado, em Dallas, na luta principaldo UFC 277. Julianna quer mostrar ao mundo que não foi um golpe de sorte e que ela realmente merece a condição de campeã do UFC.

- Há uma parte de mim que quer manter o profissionalismo (e não levar para o lado pessoal) e faço um bom trabalho nisso. Mas, ao mesmo tempo, é um pouco pessoal porque ela me faz sentir ou tenta me fazer acreditar nas coisas que ela diz para si mesma. E é engraçado para mim porque é tipo: "Você sabe que não é a campeã. Você nunca será a campeã. Você nem acredita nisso", mas espera aí, eu disse exatamente o que eu faria. Eu disse o que faria cinco anos atrás e fui lá e fiz exatamente tudo isso. Não estou inventando, não estou tirando isso do meu traseiro. Tudo que aconteceu na minha carreira e jornada é 110% fato. Não estou tentando provocar. Não estou tentando desrespeitá-la de maneira alguma. Eu disse o que precisava dizer para receber a luta, agora tenho a luta. Não há muito mais a dizer fora defender (o cinturão). Vou deixá-la dizer o que quiser. Mas quanto ao meu jogo, apenas preciso focar em mim e no que posso fazer - disse a lutadora em entrevista exclusiva ao Combate.

Julianna Peña encara revanche com Amanda Nunes no UFC 277 para defender o título peso-galo — Foto: Evelyn Rodrigues
Julianna Peña encara revanche com Amanda Nunes no UFC 277 para defender o título peso-galo — Foto: Evelyn Rodrigues

A “Megera Venezuelana”, como é apelidada Julianna Peña por sua descendência latina por parte de pai, espera encontrar a melhor versão de Amanda Nunes no cage, justamente para evitar dúvidas caso vença de novo.

- Anotei todas as mudanças e apenas retomei meu treinamento normal. Acho que a coisa mais importante é que ela esteja em seu melhor estado possível, a melhor Amanda Nunes que já vimos, porque aí não haverá mais desculpas (...). Espero ela mais rápida, mais forte e melhor. Espero que ela seja mais explosiva. Espero que ela corra para cima de mim com tudo que tem. Estarei pronta para tudo que ela trouxer e pronta para reagir a tudo.

UFC 277: Amanda Nunes tenta recuperar cinturão do peso-galo

Após finalizar a brasileira no segundo round no UFC 269, em Las Vegas, Julianna Peña dessa vez prefere não fazer prognósticos de como a luta pode terminar. Ele só quer vencer e convencer.

- Não sei como vou vencer. Apenas sei que vou fazer tudo que estiver ao meu alcance e que vou vencer. Se vier por finalização, será por finalização. Se vier por nocaute, será nocaute. Não sei. Não posso dizer quando, não posso dizer onde, não posso dizer como, só posso entregar tudo a Deus e deixá-lo resolver o resto. Tenho fé e esperança de que isso será o bastante.

Julianna Peña e Amanda Nunes disputam cinturão dos galos neste sábado após americana vencer primeiro duelo — Foto: Chris Unger/Zuffa LLC
Julianna Peña e Amanda Nunes disputam cinturão dos galos neste sábado após americana vencer primeiro duelo — Foto: Chris Unger/Zuffa LLC

A campeã do TUF 18 e campeã peso-galo, dona de um cartel com 11 vitórias e quatro derrotas, tem objetivos grandiosos para a carreira, e isso passa por vencer a revanche desse sábado.

- É a minha chance de respirar, é a minha chance de construir meu legado. É a minha chance de firmar meu nome na história do UFC e colocar mais um rubi no meu cinturão, para que eu possa um dia ser parte do Hall da Fama do UFC, que sonho e desejo tanto. Tenho que aproveitar todo momento que eu tiver.

Neste sábado, o Combate transmite o "UFC 277" ao vivo e com exclusividade a partir de 19h (horário de Brasília). O Combate.com transmite o "Aquecimento Combate" e as duas primeiras lutas a partir de 18h30, assim como o SporTV 3 e o YouTube do Combate. O site acompanha o evento em tempo real.

UFC 277
30 de julho de 2022, em Dallas (EUA)
CARD PRINCIPAL (23h, horário de Brasília):
Peso-galo: Julianna Peña x Amanda Nunes
Peso-mosca: Brandon Moreno x Kai Kara-France
Peso-pesado: Derrick Lewis x Sergei Pavlovich
Peso-mosca: Alexandre Pantoja x Alex Perez
Peso-meio-pesado: Magomed Ankalaev x Anthony Smith
CARD PRELIMINAR (19h, horário de Brasília):
Peso-meio-médio: Alex Morono x Matt Semelsberger
Peso-leve: Drew Dober x Rafael Alves
Peso-pesado: Don'Tale Mayes x Hamdy Abdelwahab
Peso-leve: Drakkar Klose x Rafa Garcia
Peso-meio-médio: Michael Morales x Adam Fugitt
Peso-galo: Joselyne Edwards x Ji Yeon Kim
Peso-meio-pesado: Nicolae Negumereanu x Ihor Potieria
Peso-meio-médio: Orion Cosce x Mike Mathetha

Compartilhe