Diário de São Paulo
Siga-nos
Celebridades

Valesca Popozuda revela intimidades e afirma preferir vibradores a homens

Funkeira fala sobre preferência por vibradores, desafios com cirurgia plástica e a importância da liberdade sexual

Valesca Popozuda revela intimidades e afirma preferir vibradores a homens - Imagem: Reprodução/ Instagram
Valesca Popozuda revela intimidades e afirma preferir vibradores a homens - Imagem: Reprodução/ Instagram

Redação Publicado em 07/07/2024, às 13h33


A icônica funkeira Valesca Popozuda voltou a surpreender os fãs com declarações sinceras sobre sua vida sexual e trajetória pessoal. Em entrevista exclusiva ao jornal Extra, Valesca abordou temas que variam desde a preferência por brinquedos eróticos até as complicações enfrentadas após uma cirurgia plástica.

Valesca revelou uma coleção impressionante de vibradores, afirmando que prefere esses brinquedos a homens.

Tenho vários, perdi as contas. Do lado da minha cama deve ter uns cinco. E debaixo deve ter uma mala cheia. Eu era rata de sex shop. Tenho um consolo que é um pênis que cola na parede, que cola no chão. Também tenho um brinquedo em formato de coelhinho com várias funções, dá pra brincar legal", revelou a artista.
Quando tô com vontade, vou lá e uso. Às vezes, eles são melhores do que um homem. Prefiro mil vezes eles do que ter um homem ao meu lado.”

A funkeira, que é conhecida por quebrar tabus e promover a liberdade sexual, relatou a gratidão dos fãs pelo seu papel inspirador. "Fui fazer agora um casamento de meninas e uma falou: 'Nossa, eu cresci ouvindo você. Você me ajudou a ser puta e piranha, sem ter vergonha do que a sociedade ia falar'. Isso é muito bom. Isso me fortalece cada vez mais. Tô no caminho certo."

Por outro lado, Valesca não escondeu os desafios e dores enfrentados ao longo de sua carreira. Ela compartilhou um episódio delicado relacionado a uma hidrolipo na perna, realizada na tentativa de se adequar aos padrões estéticos da época.

"Meu sonho era ser capa de revista, mas muitos falavam que só quem era magra virava capa. Eu procurava saber o que tinha que fazer para poder me adequar. Pensava mais nas pessoas do que em mim. Como tinha perna saradona, resolvi fazer uma hidrolipo na região. Eu quase fiquei sem perna. Fiquei um ano escondendo, porque fiquei com hematomas por causa da necrose”, desabafou a cantora.

Conhecida por sua sinceridade, Valesca também falou abertamente sobre sua preferência por sexo anal, destacando que essa prática exige uma conexão especial. 

"A pessoa tem que me conquistar na cama para ganhar. Não é com qualquer um que pratico. Quando desperta o tesão profundo, eu preciso botar essa adrenalina pra fora. Aí eu libero. Sinto muito mais tesão no sexo anal do que no vaginal. Descobri que gostava quando experimentei um vibrador. Isso me leva às nuvens."

Compartilhe  

últimas notícias