Diário de São Paulo
Siga-nos
Polêmica

Encontro: Patrícia Poeta é acusada nas redes de impedir protagonismo de Manoel Soares em debate sobre racismo

Críticas aconteceram durante análise do caso de racismo contra os filhos de Bruno Gagliasso

Patrícia Poeta apresenta o programa "Encontro" após a saída de Fátima Bernardes - Imagem: Reprodução/TV Globo
Patrícia Poeta apresenta o programa "Encontro" após a saída de Fátima Bernardes - Imagem: Reprodução/TV Globo

Publicado em 01/08/2022, às 13h03 Mateus Omena


A apresentadora Patrícia Poeta, 45, voltou a ser alvo de críticas do público nesta segunda-feira (1) ao conduzir uma conversa sobre a luta contra o racismo no programa “Encontro” (TV Globo), sem dar espaço de fala para o apresentador Manoel Soares, que é negro.

A novata completou seu primeiro mês à frente do programa matutino após a saída de Fátima Bernardes.

Na transmissão de hoje (1), o tema principal foi o caso de ataque racista que os filhos de Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso sofreram em um restaurante em Portugal no sábado (30). Titi e Bless passaram por xingamentos e ofensas durante um almoço e, em um vídeo que circulou na internet, é possível ver a atriz defendendo os pequenos.

Para o debate, Patrícia Poeta também recebeu a apresentadora Astrid Fontenelle, 61, para debater a importancia da luta antirracista entre os brasileiros.

No entanto, muitos internautas reclamaram que Patrícia não teve sensibilidade para abordar o assunto, além de ter interrompido Manoel Soares várias vezes ao longo da conversa.

Racismo
Internautas não reagiram bem ao modo como Patricia Poeta mediou o debate. Imagem: Reprodução Twitter @ritac_aa

De acordo com os críticos, o apresentador teria mais propriedade para mediar a conversa pois é afrodescente e já foi vítima de injúrias raciais. No entanto, acusam Patrícia de atropelar as falas dele.

“Manoel é de uma sensibilidade, que falta a bela, requintada, e bem instruída Patrícia Poeta. Interrompa menos e aprenda Patrícia”, disse um perfil. “Tem dois pretos no sofá, a Patrícia Poeta só fala com a branca. Uó”, opinou outro.

“Impressionante como a Patrícia Poeta quer sempre ter a atenção pra ela, até quando o assunto é Racismo e com pessoas pretas falando. Fica interrompendo os convidados para tomar o protagonismo e sempre tenta ter a palavra final”, disse um usuário do Twitter.

“Pensei que fosse exagero, mas tô constatando, Manoel está sem espaço e sendo interrompido direto pela Patrícia Poeta”, escreveu uma internauta.

Outro ponto que foi condenado pelo público foi Patrícia ter apresentado o programa sem dar atenção a Manoel Soares, como se o apresentador não estivesse presente.

“Que agonia, Patrícia não olha nem pro Manoel“, observou um usuário. “Ela não deixa o Manoel se despedir nunca do público e muito menos falar! Muito feio isso“, disse outro.

“Patrícia Poeta nem com as ‘críticas’ aprendeu a deixar Manoel Soares falar ou sequer dar uma opinião direito, ela fala correndo as notícias, e quando ele vai falar, ela corta. Creeeeedo, que nervoso, que ranço“, apontou um internauta.

Drama

Na plateia do programa, uma mulher negra chamada Dirce assistiu aos relatos de Giovanna Ewbank sobre o racismo sofrido pelos filhos e chorou.

Ela foi amparada por Manoel Soares e contou que desde de criança é vítima de ataques racistas.

"Lembro tudo o que passei até hoje. Quando era criança, minha mãe saía e deixava a gente trancado em casa. As crianças iam lá jogar pedra na casa. A gente sofre preconceito até hoje e parece que nunca vai acabar. Uma coisa muito triste."

"A gente vai fazer isso acabar", disse o apresentador abraçando a mulher.

Compartilhe