Diário de São Paulo
Siga-nos
ARROZ

Governo compra toneladas de arroz importado para conter alta de preços após enchentes

Arroz teve aumento de até 40% devido às perdas no estado gaúcho; compra deve beneficiar pequenos varejistas e estabelecimentos em regiões metropolitanas

Desastres no RS comprometeram produção do arroz - Imagem: Divulgação / MDA
Desastres no RS comprometeram produção do arroz - Imagem: Divulgação / MDA

Sabrina Oliveira Publicado em 06/06/2024, às 13h07


A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) adquiriu 263,3 mil toneladas de arroz importado em leilão realizado nesta quinta-feira (6). O objetivo do governo era comprar até 300 mil toneladas do alimento, em uma estratégia para controlar o preço que havia disparado após as enchentes no Rio Grande do Sul.

O estado gaúcho, responsável por 70% da produção nacional do grão, sofreu com perdas significativas devido às enchentes, o que impactou o mercado e fez com que o preço do arroz aumentasse em até 40%.

A intenção é vender o arroz em embalagens específicas a um preço máximo de R$4 o quilo, de modo que o valor final não ultrapasse R$20 para um pacote de 5 quilos.

O produto será direcionado a pequenos varejistas, mercados de vizinhança, supermercados, hipermercados, atacarejos e estabelecimentos comerciais em regiões metropolitanas, com base em indicadores de insegurança alimentar.

O leilão, no entanto, enfrentou um obstáculo inicialmente, sendo barrado pela Justiça Federal em Porto Alegre. Contudo, o presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), Fernando Quadros da Silva, acatou um pedido da Advocacia-Geral da União (AGU) e autorizou a realização do pregão.

Compartilhe  

últimas notícias