Diário de São Paulo
Siga-nos

Minhocão ganha novos espaços de lazer e descanso a partir deste fim de semana

O Elevado João Goulart, o Minhocão, no Centro de São Paulo, vai ganhar novos espaços de lazer a partir deste sábado (18).

Minhocão ganha novos espaços de lazer e descanso a partir deste fim de semana
Minhocão ganha novos espaços de lazer e descanso a partir deste fim de semana

Publicado em 18/12/2021, às 00h00 - Atualizado às 10h42 Redação


Prefeitura de São Paulo vai instalar duas novas estações de descanso no Elevado João Goulart.

O Elevado João Goulart, o Minhocão, no Centro de São Paulo, vai ganhar novos espaços de lazer a partir deste sábado (18).

A Prefeitura de São Paulo vai instalar duas novas estações de descanso, com bancos e tablados, que vão funcionar aos finais de semana e feriados, quando o Minhocão fica fechado ao tráfego de veículos.

Agora, os pedestres e ciclistas poderão contar com quatro áreas para descanso:

  • nos trechos acima do Terminal Amaral Gurgel;
  • Praça Marechal Deodoro;
  • Avenida Pacaembu;
  • Rua General Jardim.

De acordo com a Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento, os locais foram escolhidos por serem áreas movimentadas e com poucas opções de assentos, lazer e possibilidades de transformação pela ocupação das vias pela população.

O valor da aquisição do mobiliário foi de R$ 803,8 mil e foi financiado com recursos com Fundo de Desenvolvimento Urbano (Fundurb).

O novo mobiliário do Parque Minhocão, em São Paulo. — Foto: Marina Pinhoni/G1

O novo mobiliário do Parque Minhocão, em São Paulo. — Foto: Marina Pinhoni/G1

Os espaços vão receber pintura lúdica nos canteiros centrais e laterais para ajudar os frequentadores a se localizarem. A estação de descanso Pacaembu receberá a cor verde. A estação General Jardim, que também começará a ser implantada neste final de semana, ganhará a cor amarela.

Já as estações Amaral Gurgel e Marechal Deodoro, instaladas em maio, estarão sinalizadas com a cor vermelha.

Os espaços de convívio dos Centros Abertos da Amaral Gurgel e Marechal Deodoro ao tabuleiro (parte de cima) do Elevado estão conectados por dois acessos de pedestres.

Estão previstos para o começo de 2022 a instalação de novos espaços de convivência no Minhocão.

Após o uso do elevado ficar suspenso por 20 meses por causa da crise sanitária provocada pela pandemia de Covid-19, o Minhocão voltou a funcionar de segunda a sexta-feira, das 20h às 22h, e teve seu horário de funcionamento ampliado aos finais de semana, das 7h às 22h. Antes, o espaço estava disponível para atividades de lazer das 7h às 19h.

Desde 2016 o elevado fecha aos fins de semana e se transforma no Parque Minhocão.

Mapa mostra onde ficarão novas áreas de descanso no Minhocão, no Centro de SP — Foto: Divulgação

Um gigante de concreto: conheça a história do Minhocão

Um gigante de concreto: conheça a história do Minhocão

Histórico

Neste ano, o Minhocão completou 50 anos de inauguração. O viaduto foi inaugurado pelo então prefeito Paulo Maluf, em 25 de janeiro de 1971, como um dos “presentes” de aniversário que a cidade recebeu.

A proposta inicial foi planejada em 1968 para ligar a região central à Zona Oeste em um momento de profunda urbanização e expansão rodoviária do estado de São Paulo.

O projeto foi construído em menos de dois anos e, desde a sua inauguração, dividiu opiniões. Moradores de prédios próximos ao elevado se sentiram invadidos pela proximidade e reclamavam também do barulho.

Com o tempo, o espaço foi se transformando e hoje contempla três principais realidades: o Minhocão viário e dos moradores, o Parque Minhocão dos fins de semana e o Minhocão da parte de baixo com muitos estabelecimentos, um terminal e muitas famílias morando em barracas.

Carros no elevado Presidente João Goulart, o Minhocão, na região Central de São Paulo. — Foto: Marcelo D. Sants/Estadão Conteúdo

Carros no elevado Presidente João Goulart, o Minhocão, na região Central de São Paulo. — Foto: Marcelo D. Sants/Estadão Conteúdo

.

.

.

G1

Compartilhe