Siga nossa Redes

Cidades

Lucas Neto

Dia a Dia

Publicado

em

Lucas Neto

FUTEBOL FEMININO, A HORA É AGORA !

Olá, amigos do BOM DIA.

Um abraço.

No final do ano passado a C0NMEBOL, conforme recomendação da FIFA que quer desenvolver o futebol feminino em todo o mundo, estabeleceu que no ano que vem, 2019, só poderão participar das Copa Libertadores da América e da Copa Sul Americana as equipes que também tiverem o FUTEBOL FEMININO nas suas atividades futebolísticas.

Acho correta essa decisão. Porém, nem todos os clubes se ligaram nessa imposição. Assim, não duvido que ano que vem várias agremiações vão tentar “jeitinhos” para driblar essa imposição.

Espero que não.

Aproveitando esse gancho, chamo a atenção de investidores que ainda não se ligaram nesse assunto.

AGORA É A HORA DO FUTEBOL FEMININO.

Muitos ignoram com o  mercado do futebol pode ser bem rendoso. É claro que não como o futebol masculino.

Mas se prestarem atenção, na Europa, de um modo geral, Inglaterra, França, Suécia, Alemanha e muito outros países importam jogadoras se todas as partes do mundo. Japão, Estados Unidos, Canadá, Austrália também investem bem nesse mercado. E as somas são compensadoras.

Aqui no Brasil é grande o número de atletas que já fizeram o seu “pé de meia” indo para o Exterior. É só lembrar a carreira da Marta, ainda hoje uma das melhores do mundo, senão ainda a melhor do mundo.

Investir nesse “filão” do futebol vale a pena.

Hoje, aqui no Brasil, és crescente o número de mulheres praticando o futebol. Garotas de 10, 11, 12 anos jogam normalmente e mostram habilidades aptidão para o futebol.

Muitas escolas já integram o futebol como modalidade de Educação Física. Formam equipes e já jogam em parques, até em campos de várzea. Se não tem campo, montam equipes de futesal, que é mais fácil por terem quadras em suas dependências.

Pesquisas que foram feitas recentemente comprovam que as meninas objetivam chegar ao futebol de campo.

São Paulo pode e deve sair na frente – como sempre. A Federação Paulista de Futebol promove vários torneios (principal, sub 17, sub 15, sub 12 …

Há um potencial enorme no nosso Futebol Feminino e que pode e deve ser explorado.

Portanto, sejam bem vindos senhores investidores.

A dica é essa. Vamos incentivar as nossas meninas e moças e apostar nesse mercado e nesse esporte.

mais lidas