Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Polícia

Falsa médica consegue habeas corpus e vai responder em liberdade

Publicado

em

Falsa médica consegue habeas corpus e vai responder em liberdade

Kelly Queiroz, de 41 anos, foi presa em Ibirá (SP) por falsa identidade e exercício ilegal da profissão.

O advogado da falsa médica que está presa desde terça-feira (24) conseguiu um habeas corpus nesta sexta-feira (27)e vai responder em liberdade por falsa identidade e exercício ilegal da profissão. Com o documento, ela pode deixar a prisão a qualquer momento. A mulher de 41 anos foi presa em Ibirá (SP) quando atendia com documento e nome de outra profissional.

Segundo informações da Polícia Civil, o advogado de defesa de Kelly Regiane Queiroz alegou que a cliente tem residência fixa e que os crimes praticados não foram violentos, por isso ela estaria apta a responder em liberdade.

Em nota, a Santa Casa de Ibirá, onde a mulher trabalhou por três meses, e atendeu centenas de pessoas, disse que foi induzida ao erro pela criminosa, que apresentou os documentos necessários para contratação.

As investigações avançaram e a polícia descobriu que a suspeita também atendia pacientes em Ibirá – onde foi flagrada – em Paulo de Faria (SP), Poloni (SP), Pindorama (SP), Orindiuva (SP) e, em São José do Rio Preto (SP), em uma clínica particular.

Ainda de acordo com a polícia, Kelly Queiroz também atendia pacientes a domicílio como nutróloga e até a supervisionava estágios de estudantes de medicina de uma faculdade de Rio Preto.

Falsa médica pesquisou no Google diagnóstico para nariz quebrado, diz paciente

Falsa médica pesquisou no Google diagnóstico para nariz quebrado, diz paciente

Pacientes que foram atendidos pela falsa médica começaram a procurar a polícia para relatar como a estelionatária agia.

Em um dos casos, de um paciente em Tabapuã (SP), a vítima disse que a suspeita chegou a pesquisar na internet o diagnóstico sobre o que fazer em caso de nariz quebrado pelo celular.

“Eu cheguei para a consulta e ela pegou o celular. Expliquei que levei uma pancada no nariz e ela começou a pesquisar no Google. Disse para eu ficar de repouso por uma hora no hospital. Se eu tivesse ânsia de vômito seria mais sério”, afirma o operador de lojas Luan Henrique dos Santos.

Raio X mostra paciente com nariz quebrado (Foto: Reprodução/TV TEM)

Raio X mostra paciente com nariz quebrado (Foto: Reprodução/TV TEM)

Investigação

O delegado que investiga o caso, Roberval Costa Macedo, disse que emitiu um aviso para outras delegacias e que vai solicitar que outras vítimas sejam ouvidas sobre o caso.

“O caso deixou de ser pontual e tomou dimensão maior, até mais do que imaginávamos. Foi emitida mensagem para todas as delegacias, com foto da falsa médica, para casos semelhantes”, afirma o delegado.

O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) disse também que abriu sindicância para investigar como a falsa médica conseguiu atender tantos pacientes na região noroeste paulista.

Entenda o caso

A mulher, que atendia usando o nome de uma dermatologista da capital paulista, tinha por coincidência o mesmo nome da vítima: Kelly Queiroz. Ela havia memorizado os dados pessoais da verdadeira médica.

Kelly usava o nome de uma médica da capital, que teve documentos, o jaleco e o carimbo roubados em São Paulo no ano passado. A mulher foi presa por exercício irregular da medicina, identidade falsa e comprar de documentos roubados.

Carimbo e jaleco da verdadeira médica foram roubados em São Paulo (Foto: Reprodução/TV TEM)

Carimbo e jaleco da verdadeira médica foram roubados em São Paulo (Foto: Reprodução/TV TEM)

“Em fevereiro de 2016, quando sofri um assalto em São Paulo, cidade onde moro, fui roubada no farol. Ele [o criminoso] quebrou a janela do meu carro, levou minha bolsa com todos meus pertences profissionais e agora uma pessoa estava se passando por mim e fazendo consultas como clínica normalmente”, lembra a verdadeira médica Kelly Queiroz Cardoso.

Além dos transtornos por causa da falsificação do registro profissional, a verdadeira médica diz que teve um prejuízo de quase R$ 100 mil, porque a estelionatária teria aberto até conta no banco, com os documentos dela.

A mulher foi presa na cadeia de Santa Adélia, mas foi transferida para o presídio de Pirajuí (SP).

Kelly Queiroz Cardoso teve pertences profissionais roubados que era utilizados por falsa profissional em Ibirá (Foto: Reprodução/TV TEM)

Kelly Queiroz Cardoso teve pertences profissionais roubados que era utilizados por falsa profissional em Ibirá (Foto: Reprodução/TV TEM)

mais lidas