Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Sem categoria

Diocese de Marília lança Edital para escolha de brasão

Publicado

em

Diocese de Marília lança Edital para escolha de brasão

Na manhã de ontem, 16, a Diocese de Marília publicou edital para a escolha de seu brasão. O texto lançado explica a importância do brasão na tradição da Igreja e sua aplicação nos impressos oficiais da Diocese.

Via internet, todos poderão votar nos dois modelos que serão disponibilizados no Portal da Diocese entre os dias 31 de julho e 23 de agosto (www.diocesedemarilia.net.br).

Diocese de Marília lança Edital para escolha de brasão

Brasões que estão em votação pelos fiéis.Ambos os modelos heráldicos foram desenvolvidos pelo heraldista eclesiástico, Padre Rodrigo Catini Flaibam, do clero da Arquidiocese de Campinas.

O anúncio do modelo vencedor acontecerá durante a realização do Curso de Atualização dos Leigos e Consagrados, em Osvaldo Cruz, no dia 26 de agosto. Na ocasião, fiéis representantes das 63 paróquias e duas quase-paróquias da Diocese participarão do encontro anual de formação.

Segundo o edital, o mesmo tem o objetivo de regulamentar o Concurso para a escolha do Brasão da Diocese de Marília. “Como a Diocese de Marília não possui seu Brasão, por ocasião dos 66 anos de sua criação e instalação em 2018, o Concurso em questão quer escolher e, com isso, regimentar esta tradição heráldica desenvolvida por clérigos católicos e aplicada aos impressos oficiais da Diocese”, relata o edital.

Os elementos que compõem os dois modelos de Brasão são:  Cor vermelha: remete ao martírio do Padroeiro da Diocese de Marília, São Pedro Apóstolo. A cor também faz alusão ao serviço de todos os clérigos, religiosos e leigos que, ao longo dos 66 anos da Diocese, doaram a vida em prol da evangelização; e ao desafio pastoral que os cárceres representam, devido à grande quantidade da população carcerária existente no território diocesano. Cor amarela: remete à nobreza e simboliza a simplicidade da terra-chão das origens: seja a terra habitada e cultivada pelos indígenas, seja o plantio de café pelos colonizadores. Café: representa o impulso dado à povoação do território, os diversos colonos e culturas que cultivaram a terra para que chegasse a evangelização e o desenvolvimento. Rios e água do Santo Batismo: os três cursos d’água indicam as divisas do território diocesano através dos rios do Peixe, Aguapeí, e Paraná. Ao centro, em azul, a água do Batismo recorda o compromisso de todo o batizado com a evangelização.  Chaves de Pedro: fazem referência à missão que Nosso Senhor incumbiu ao Padroeiro da Diocese (Cf. Mt 16,19) e, ao mesmo tempo, nossa comunhão com o Papa. Livro dos Santos Evangelhos e cruz: evidenciam que toda ação evangelizadora realizada na Diocese é desenvolvida em cumprimento ao mandato missionário do Senhor (Cf. Mt 28,19).

mais lidas