Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

Diário do Verdão – Dá para melhorar: invicto há um mês, Palmeiras se cobra por pontos fracos

Publicado

em

Diário do Verdão - Dá para melhorar: invicto há um mês, Palmeiras se cobra por pontos fracos

Cuca não está satisfeito com o desempenho recente do time, que teve dificuldades contra São Paulo, Grêmio e Flamengo – e, mesmo assim, permaneceu na liderança

Cuca Palmeiras Flamengo (Foto: Marcos Ribolli)

Cuca tem mais um dia de treino em Atibaia, nesta sexta-feira, antes do Dérbi (Foto: Marcos Ribolli)

Líder do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras não perde há oito rodadas (ou há um mês e meio). Desde a derrota para o Botafogo, em 31 de julho, são quatro vitórias e quatro empates. Mesmo assim, é fato que o time treinado por Cuca não tem tido atuações brilhantes recentemente.

Tanto na vitória sobre o São Paulo quanto nos empates com Grêmio e Flamengo, o técnico Cuca reconheceu que a equipe enfrentou muitas dificuldades e foi inferior em determinados momentos. Na quarta-feira, ele demonstrou preocupação em melhorar alguns pontos até o clássico deste sábado, frente ao Corinthians, em Itaquera.

– Cabe a mim procurar o porquê dessa situação. Se a gente é líder já há tantas rodadas, não precisamos ter pressa. Com tranquilidade, podemos voltar a jogar um futebol. Deus queira que já no sábado – disse, antes de um retiro de dois dias em Atibaia, no interior paulista.

Veja pontos que o Palmeiras pode melhorar, apesar de ser líder:

BOLA QUEIMANDO

Um dos problemas nos últimos jogos tem sido o primeiro passe depois da recuperação da bola. No empate contra o Grêmio, em Porto Alegre, o volante Thiago Santos fez bons desarmes no meio-campo, mas não deu uma boa sequência na jogada de contra-ataque. Mas não foi só ele. É preciso ter mais tranquilidade no momento de escolher a melhor opção.

INDIVIDUALIDADE NA HORA ERRADA

Diante do Fluminense, quando já tinha o placar de 2 a 0 a favor, a impressão foi de que todos os jogadores queriam fazer o seu gol. Meio-campistas e atacantes deixaram de servir colegas melhor posicionados para arriscarem a finalização. Isso voltou a acontecer no duelo com o Flamengo. Gabriel Jesus e Dudu foram os exemplos da vez.

MÁ PONTARIA

O gol de Gabriel Jesus, com a bola tocando a trave e entrando, foi o único bom chute do atacante. Embora tenha sido responsável por evitar a derrota, o artilheiro do time pode melhorar no quesito. Neste sábado, porém, ele será desfalque por ter recebido o terceiro amarelo. Na última quarta-feira, foram 24 finalizações, sendo metade delas para fora.

POUCA CONCENTRAÇÃO

 Ser vazado com um jogador a mais devido a um erro de posicionamento é imperdoável. O Flamengo abriu o placar na quarta-feira graças a uma desatenção principalmente do lateral-esquerdo Zé Roberto, que não notou o avanço de Alan Patrick pelo lado direito do ataque carioca. A distração defensiva já tinha sido criticada no empate em casa com a Ponte Preta.

PRESSA EXAGERADA

Calma, Palmeiras! O time tem se mostrado um pouco nervoso em campo, talvez pela pressão para se manter na liderança, em uma dura sequência de confrontos diretos e clássicos estaduais e nacionais. Para Cuca, seus atletas têm se apressado muito no momento de criar as jogadas.

– Estamos há sete, oito partidas sem perder. Uma das defesas menos vazadas do campeonato. A gente tem que ter calma. O bom jogo encaixa. Hoje, não encaixou, mas pode encaixar no sábado. Temos que trabalhar com calma – disse o treinador.

mais lidas