Manifestações pro-democracia convocadas por torcidas organizadas de diversos times terminaram em confronto com bolsonaristas e policiais em São Paulo e no Rio. Na capital paulista, os grupos se enfrentaram na Avenida Paulista, onde foram marcados protestos simultâneos.

Van Campos/TheNews2/Agência O Globo

Manifestação na Paulista

Ao menos três  torcedores foram detidos pela Polícia Militar e levados à uma delegacia da região. No Rio, foi registrada uma confusão em Copacabana, na Zona Sul do Rio. Vestidos de preto, manifestantes de um grupo contrário ao presidente Jair Bolsonaro foram dispersados com o uso de bombas de gás .

Segundo o coronel Álvaro Batista Camilo, secretário executivo da Polícia Militar de São Paulo, as forças de segurança agiram para evitar o confronto entre manifestantes a favor e contra o presidente. Camilo disse ainda que um desses grupos começou a atirar pedras contra as forças de segurança, mas que a polícia não sabe qual grupo começou a confusão. “Infelizmente temos ânimos acirrados dos dois lados e a Polícia está lá para evitar confrontos”, disse.