Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Dia a Dia

Adutora rompe e 150 mil litros de vinhaça atingem vicinal que liga Nipoã e Planalto

Publicado

em

Adutora rompe e 150 mil litros de vinhaça atingem vicinal que liga Nipoã e Planalto

Vazamento foi contido por funcionários da usina de Monte Aprazível (SP) e não atingiu corpo d’água, afirma a Cetesb. Líquido que jorrou formou ‘chafariz’ em via.

Uma adutora de vinhaça rompeu em uma propriedade rural na região Noroeste Paulista e cerca de 150 mil litros do líquido se espalharam pelo canavial e chegaram até a vicinal que liga Nipoã (SP) a Planalto (SP), nesta sexta-feira (21). Moradores registraram o momento em que a vinhaça jorra na via e forma um “chafariz”.

O vazamento foi contido neste sábado (22) por funcionários da usina e o encanamento subterrâneo ainda está à mostra, mas deve ser tapado nos próximos dias. Quem passa no local ainda sente o forte odor, mesmo 24 horas depois do rompimento.

Tubulação por onde passa a vinhaça será tapada nos próximos dias (Foto: Reprodução/TV TEM)

Tubulação por onde passa a vinhaça será tapada nos próximos dias (Foto: Reprodução/TV TEM)

A vinhaça é o resíduo que sobra da produção da cana e também é usado na plantação. De acordo com a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb), o subproduto da cana não deve provocar nenhum tipo de poluição na água.

“Todo esse material, a princípio, ficou retido nas curvas de nível das propriedades de cana de açúcar mesmo, não atingiu nenhuma propriedade de pecuária que tem essa preocupação quanto a mosca. Mas esse volume não atingiu nenhum corpo d’água, ficou retido nessas contenções ao longo do caminho”, afirma o engenheiro químico da Cetesb, João Adriano Alves.

A tubulação que de rompeu pertence a uma usina de Monte Aprazível (SP). A vinhaça é o resíduo que sobra depois do processamento da cana. O produto atrai a mosca de estábulo, que representa um sério problema aos pecuaristas, já que o inseto se alimenta do sangue dos animais e, com isso, eles perdem peso e ficam abatidos.

 tags:jornal bom dia, kleber moreira diretor 

mais lidas