Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

Tímido, Arthur Cabral se espelha no seguidor Gabriel Jesus e diz voltar ao Palmeiras “no momento certo”

Publicado

em

Tímido, Arthur Cabral se espelha no seguidor Gabriel Jesus e diz voltar ao Palmeiras "no momento certo"

Atacante do Manchester City segue o agora palmeirense nas redes sociais

Embora não o conheça pessoalmente, Arthur Cabral, de 20 anos, tem em um jogador da mesma posição a inspiração para buscar sucesso com a camisa do Palmeiras: Gabriel Jesus, formado no clube e atualmente no Manchester City.

– Ele surgiu muito novo e conseguiu render em todas as vezes em que foi exigido. É uma inspiração para mim, eu o acompanho na Inglaterra, tento vê-lo jogar – disse o também atacante, um dos cinco reforços do Palmeiras, apresentado na tarde desta segunda-feira.

Um ano mais novo do que o ex-palmeirense (campeão da Copa do Brasil de 2015 e do Campeonato Brasileiro de 2016), Arthur afirmou não ter tido “o prazer de conhecer” Gabriel Jesus. Os dois, porém, seguem um ao outro nas redes sociais. Recentemente, inclusive, o brasileiro do Manchester City curtiu duas fotografias de um encontro entre ele e o ex-jogador Ronaldo.

Encontro que se deu em São Paulo, dias depois do anúncio oficial da contratação de Arthur Cabral pelo Palmeiras, e serviu basicamente para as fotografias. Muito fã do Fenônemo, o ex-atacante do Ceará brincou sobre a visita ao apartamento do ídolo.

– Sempre admirei muito o futebol dele. Além de ser da minha posição, sou muito fã. Foi um encontro muito legal, ele é um cara muito gente boa. Mas fiquei muito travado, tímido. Não consegui me soltar para fazer algumas perguntas para ele – contou, rindo.

A timidez, em alguns momentos, se confunde com o jeito tranquilo de Arthur Cabral. Em sua primeira entrevista como jogador do Palmeiras, ele frisou que não gosta de bebida alcóolica, não tem tatuagem ou brinco, e que, mesmo sendo de Campina Grande-PB, nunca foi à tradicional festa de São João da cidade. Prefere ficar em casa e jogar videogame.

Sempre foi assim. Já era assim em 2015, ano em que foi teve uma passagem relâmpago de empréstimo pelas divisões de base do clube, mas retornou ao Ceará.

– Foi uma pequena passagem, rápida. Creio que não era o momento. Deus sabe o que faz. Se não aconteceu lá, não era para acontecer. Venho em um bom momento, amadureci muito e cheguei no momento certo.

mais lidas