Diário de São Paulo
Siga-nos

Léo Lins é demitido do SBT após piada inapropriada e recebe nota de repúdio da AACD

Imagem Léo Lins é demitido do SBT após piada inapropriada e recebe nota de repúdio da AACD

Publicado em 04/07/2022, às 00h00 - Atualizado às 19h12 Redação


Leonardo de Lima Borges Lins, mais conhecido como Léo Lins, nesta segunda-feira (4), foi demitido do SBT após fazer uma piada em que cita o Teleton e uma criança com hidrocefalia durante seu show de comédia que apresenta pelo Brasil.

“Eu acho muito legal o Teleton, porque eles ajudam crianças com vários tipos de problema. Vi um vídeo de um garoto no interior do Ceará com hidrocefalia. O lado bom é que o único lugar na cidade onde tem água é a cabeça dele. A família nem mandou tirar, instalou um poço. Agora, o pai puxa a água do filho e estão todos felizes”, declarou o humorista ao público.

Léo Lins, que fazia parte do quadro de integrantes do programa “The Noite com Danilo Gentili”, teve seu contrato encerrado por decisão da emissora depois da má repercussão da piada. A decisão foi fortalecida pela menção ao Teleton, campanha anual feita pelo SBT para arrecadar fundos para a AACD, segundo o “Em Off”.

A associação de caridade fez um posicionamento público a respeito do caso, em que chegou a classificar o “humor” do famoso como um crime.

“A AACD repudia veementemente a ‘piada’ feita por Léo Lins em vídeo divulgado recentemente nas redes sociais do comediante”, diz o comunicado divulgado nas redes sociais.

“Em uma fala extremamente infeliz e bastante capacitista, ele ataca pessoas com hidrocefalia, chama as pessoas com deficiência de ‘crianças com vários tipos de problemas’ e mostra desrespeito aos moradores do Ceará”. A atitude de Leo Lins também configura crime, conforme prevê o artigo 88 da Lei 13.146/2015″, finaliza, citando a lei que prevê reclusão de 1 a 3 anos e multa para quem pratica, induz ou incita discriminação contra pessoas com deficiência”, foi acrescentado pela AACD.

Em comunicado nas redes sociais a AACD se posicionou com repúdio contra a declaração do humorista / Imagem: reprodução Twitter @aacdoficial

Compartilhe