Diário de São Paulo
Siga-nos

Auxílio Brasil começa a ser pago nesta segunda para novo grupo de beneficiários

Imagem Auxílio Brasil começa a ser pago nesta segunda para novo grupo de beneficiários

Publicado em 20/06/2022, às 00h00 - Atualizado às 18h29 Redação


A Caixa Econômica Federal começa a pagar nesta segunda-feira (20) a parcela do Auxílio Brasil referente ao mês de junho aos beneficiários com Número de Inscrição Social (NIS) com final 2. O valor mínimo do benefício é R$ 400.

Os pagamentos do período começaram na última sexta-feira (17), para aqueles cujo NIS termina com 1.

Os demais beneficiários receberão as suas parcelas até o dia 30 de junho, quinta-feira. As datas são definidas de acordo com o modelo do Bolsa Família, que pagava os beneficiários nos dez últimos dias úteis do mês.

De acordo com o Ministério da Cidadania, o tíquete médio do benefício foi de R$ 409 no mês de maio. No período, foram pagos R$ 7,3 bilhões ao todo para 18,1 milhões de famílias contempladas no sistema. A pasta informou também que esse número foi maior do que o pago em abril, 18,06 milhões de famílias que receberam a assistência, totalizando R$ 7,4 bilhões em recursos.

O Auxílio Brasil é destinado principalmente às famílias em situação de extrema pobreza, como uma maneira de garantir o atendimento de suas necessidades básicas. As pessoas que se enquadram nessas condições são aquelas que possuem renda familiar mensal per capita de até R$ 105, segundos os critérios do benefício.

No entanto, os grupos que se encontram em situação de pobreza, cuja renda familiar mensal per capita esteja entre R$ 105,01 e R$ 210, também podem recorrer ao programa, contanto que tenham, entre seus membros, pessoas com menos de 21 anos ou gestantes.

Existem três formas para um cidadão receber o benefício: caso ele já seja completado pelo Bolsa Família, o Auxílio Brasilserá pago automaticamente. No entanto, se o indivíduo encontra-se no CadÚnico e não estava no programa do Bolsa Família, o nome do solicitante vai para a lista de espera. Caso o indivíduo não esteja no CadÚnico, ele precisa se registrar através de um Cras (Centro de Referência em Assistência Social), porém não há garantia de que receberá o benefício no final do processo.

Apesar da volatilidade do valor do benefício, em virtude de iniciativas políticas, o Senado aprovou no dia 4 de maio a medida provisória (MP), que definiu para R$ 400 o valor do Auxílio Brasil que deve ser pago aos beneficiários.

Os beneficiários poderão consultar mais informações sobre as datas de pagamento, o valor do benefício e a composição das parcelas nos aplicativos Auxílio Brasil e Caixa Tem.

Compartilhe