Diário de São Paulo
Siga-nos

Adube a sua vida!

Imagem Adube a sua vida!

Publicado em 01/07/2022, às 00h00 - Atualizado às 08h21 Redação


Quem compra um vaso de planta espera que logo apareça uma flor. Uma flor linda e colorida capaz de encher uma casa de alegria e beleza. Basta esperar que logo os brotinhos abrem. Mas não é bem assim. Muitas vezes só regar não é o suficiente, e a solução é partir para um cuidado extra. Nutrir a terra. Não entendo nada de jardinagem, mas sempre falam que é o adubo que faz as plantas reagirem. Na descrição diz que contém plantas, frutas, vegetais, cascas de ovo, ossos de animais, fezes e outros elementos orgânicos. Toda essa mistureba faz a planta murcha ficar forte e a que estava prestes a morrer, renasce.

O adubo dá vida a plantinha. Assim como fazer m#$%@ pode nos fortalecer e nos fazer crescer cada dia mais. Na vida, a sabedoria não vem dos acertos, mas sim dos ensinamentos que tiramos dos nossos próprios erros. Por isso, errar faz parte. Não há ser humano que não erre. Quando vejo um adolescente se metendo em encrenca sempre penso “vai fundo!”. É só assim mesmo que a gente aprende. Os mais jovens sempre acham que sabem de tudo. A gente também foi assim um dia. Tentar evitar e alertá-los é em vão. Tem que quebrar a cara, sofrer, sentir a dor, sofrer mais um pouco, errar novamente e ver de perto as consequências. São as ressacas morais, os arrependimentos e até aquela vontade de “voltar ao tempo pra fazer tudo diferente” que nos fazem sermos quem somos. Depois quando tudo passa, a gente entende que tinha que ter passado por aquilo por pior que na hora possa parecer.

Quando lembro dos meus tombos e escorregadas, não me envergonho de nada. Passaria por tudo de novo. Até me divirto de lembrar. Cada desilusão me fortaleceu de uma forma. Em umas levantei rápido. Outras deixaram cicatrizes para sempre. E tem aquelas que a queda foi mais forte, mas no fim deu certo como tinha que dar. Nem sempre o que achamos que é o certo, realmente, é. A vida tem seu movimento. Nada é à toa…

Saber lidar com as nossas falhas faz parte. Ser flexível a ponto de reconhecer que talvez não fizemos o melhor, nos torna alguém melhor. Tenha humildade e paciência. Continue cuidando do seu vasinho e se bater aquele desanimo e aquele remorso não se culpe. Não se maltrate. Aceite e lembre-se que é fazendo m#$%@que se aduba a vida. Joga uma água na cara, um punhado de fé e permita-se florescer!

Compartilhe