Diário de São Paulo
Siga-nos

4ª dose da vacina contra Covid em adultos acima dos 45 anos começa a ser aplicada na cidade de SP

Imagem 4ª dose da vacina contra Covid em adultos acima dos 45 anos começa a ser aplicada na cidade de SP

Publicado em 22/06/2022, às 00h00 - Atualizado às 10h40 Redação


A cidade de São Paulo começou a aplicar a segunda dose de reforço (ou 4ª dose) contra a Covid-19 em adultos acima dos 45 anos.

Também poderão receber uma nova dose as pessoas de 18 a 39 anos que iniciaram o esquema vacinal contra a doença com a Janssen.

Para poder tomar o novo reforço vacinal, as pessoas precisam já ter completado quatro meses desde a primeira dose de reforço, que, no caso de quem recebeu os imunizantes Pfizer, AstraZeneca e CoronaVac, foi chamada de terceira dose.

A capital tem 500 mil pessoas de 45 a 49 anos, e a prefeitura disse que tem cerca de 1 milhão de doses em estoque.

A administração municipal aguarda novas doses do Ministério da Saúde para poder estender a vacinação para pessoas acima de 40 anos.

Segundo a prefeitura, 500 mil pessoas com 50 anos ou mais ainda não foram aos postos para receber o imunizante.

Na segunda (20), o Ministério da Saúde anunciou que recomenda a oferta da quarta dose (ou segunda dose de reforço) da vacina contra a Covid-19 para pessoas acima de 40 anos.

Com esta dose, também podem ser vacinados os profissionais de saúde maiores de 18 anos, pessoas com alto grau de imunossupressão com mais de 18 anos (inclusive gestantes e puérperas) e adolescentes com imunossupressão com 12 a 17 anos de idade (inclusive gestantes e puérperas).

A vacinação acontece em megapostos, Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e AMA/UBS Integradas.

Grande SP

Algumas cidades da Grande SP conseguiram antecipar a aplicação da dose adicional e ampliar o público-alvo, como é o caso de São Bernardo do Campo, São Caetano e Santo André, que começaram a vacinação do reforço em adultos acima dos 40 anos na terça (21).

Em Santo André, é necessário agendar a imunização, que acontecerá nos drive-thrus da cidade.

g1
Compartilhe