Diário de São Paulo
Siga-nos
Violência contra crianças

Vídeo mostra técnico agredindo aluno com chineladas durante campeonato de futebol

A cena foi gravada por testemunhas e repercutiu nas redes sociais

Técnico agride aluno com chineladas durante campeonato de futebol em Caldas Novas - Imagem: reprodução/Facebook
Técnico agride aluno com chineladas durante campeonato de futebol em Caldas Novas - Imagem: reprodução/Facebook

Mateus Omena Publicado em 19/11/2022, às 15h42


Um vídeo deixou diversos internautas chocados nas redes sociais ao mostrar um técnico de uma escolinha de futebol agredindo um aluno de 15 anos com chineladas.

O caso aconteceu na última terça-feira (15), durante um campeonato de futebol em Caldas Novas, no sul de Goias, segundo a TV Anhanguera, afiliada da Rede Globo.

O agressor, identificado como Gean Ramos, foi filmado por uma testemunha e as imagens foram divulgadas na internet como forma de denúncia.

A mãe da vítima, Luciana Cruvinel, explicou que os meninos estavam brincando momentos antes de dormir quando o homem começou com a agressão. A identidade do jovem não foi revelada.

Após a exposição do ato, o servidor foi exonerado do cargo.

De acordo com Luciana, os alunos, residentes em Silvânia, no sudeste do estado, viajaram com o professor para o campeonato.

Ela estava trabalhando quando recebeu o vídeo, que começou a circular em redes sociais. “Esse professor da escolinha de futebol já tinha feito agressões verbais. Agora, deu chineladas no meu filho, quebrou um carregador de celular nas costas dele. Meu filho está com medo, não quer jogar mais futebol”.

Depois de assistir à gravação, a servidora pública viajou até Caldas Novas para buscar o filho. “Quando ele me viu, os olhos dele encheram de água. Os outros meninos estavam com medo de denunciar”.

Em nota divulgada nas redes sociais, a Prefeitura de Silvânia repudiou a agressão e disse que o servidor foi exonerado, “sendo, portanto, imediatamente afastado de suas funções”. A administração municipal disse ainda que as medidas judiciais cabíveis também serão tomadas.

Compartilhe  

últimas notícias