Diário de São Paulo
Siga-nos
Crime

Em Santos, segurança é executado com dois tiros no local de trabalho; assassino foi solto no dia anterior

Samuel Tylor havia sido preso na quinta (21) acusado de porte ilegal de arma

O homem recebeu um tiro na cabeça e outro no tórax; ele morreu na hora, caído na calçada - Imagem: Freepik
O homem recebeu um tiro na cabeça e outro no tórax; ele morreu na hora, caído na calçada - Imagem: Freepik

Publicado em 22/07/2022, às 15h05 Jair Viana


Um criminoso que havia sido solto nesta quinta (21) matou na manhã desta sexta-feira (22) o segurança de uma padaria em Santos, litoral sul de São Paulo.

O homem recebeu um tiro na cabeça e outro no tórax; ele morreu na hora, caído na calçada. Câmeras de monitoramento flagram a ação, às 7h56.

O crime foi praticado com rapidez pelo rapaz que ainda parou para pegar objetos do segurança e fugiu em seguida. A Polícia foi chamada, porém, não consegiu localizar o criminoso. O segurança não havia sido identificado até o fechamento desta reporragem. 

A Polícia Militar (PM) foi acionada por volta das 8h05. Chegando ao endereço a equipe se deparou com o corpo do segurança no chão, com marcas de tiros na cabeça e no tórax.

O Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) também esteve no local e constatou a morte. O 5º Distrito Policial (DP) de Santos, assumiu a investigado do caso pela Polícia Civil.

A Polícia Militar informou que o autor do crime é Samuel Tylor. Ele foi preso, no dia anterior, em São Vicente, acusado de porte ilegal de arma de fogo.

Tylor estava acompanhado de um outro rapaz que assumiu ser o dono da arma. Por esse motivo, segundo a polícia, Samuel Tylor foi liberado.

A PM afirmou, também, que o suspeito fica sempre próximo à uma 'biqueira' (lugar onde vendem drogas), perto do local onde o segurança foi executado. Após o crime, nesta sexta-feira, Tylor ainda não encontrado.

Compartilhe