Diário de São Paulo
Siga-nos
Polêmica nas redes

‘Mulher da Casa Abandonada’: Luisa Mell se justifica após confusão sobre resgate de gato

Apresentadora e ativista diz que tudo não passou de piada e mal-entendido

Luísa Mell usou o Instagram para esclarecer a confusão sobre resgate de animais - Imagem: Reprodução/Instagram @luisamell
Luísa Mell usou o Instagram para esclarecer a confusão sobre resgate de animais - Imagem: Reprodução/Instagram @luisamell

Publicado em 23/07/2022, às 15h22 Mateus Omena


Luisa Mell, de 43 anos, usou as redes sociais para se explicar sobre o suposto resgate de um gato na residência de Margarida Bonetti, a "Mulher da Casa Abandonada", no bairro Higienópolis, em São Paulo.

A apresentadora e ativista de proteção de animais recebeu críticas após supostamente imaginar que havia um felino na velha mansão e não um gato de luz, forma popular referente ao modo ilgeal de aquisição de energia elétrica.

Em vídeos nos Stories do Instagram, Luísa começou narrando como a confusão se desenvolveu:

"Eu vi a história do gato e todo mundo falando que eu entendi errado. Vocês são loucos? Eu fiz uma piada. Não parava de chegar os bombeiros, Exército e chegou o cara da Enel [concessionária de distribuição de eletricidade]. E eu falei para ele: 'Por que você veio aqui? Por que tem gato?'. E ele falou 'É, a gente vai ver'. Ele entrou e quando voltou, eu perguntei. 'Encontrou o gato? Nem do tipo que eu procuro?'".

Em seguida, a ativista declarou ter ficado chocada pelas pessoas acreditarem que ela teria entendido errado.

"Eu não acredito que as pessoas não conseguiram entender. Sim, fiquei duas horas, no meio de uma confusão eu sempre faço. Eu fiz uma brincadeira sobre o gato", disse.

Na quinta-feira (22), Luísa Mell também foi às redes sociais para se defender de outro episódio semelhante, no qual ela foi até a casa de Margarida Bonetti para tirar duas cadelas do local.

A apresentadora publicou em seu Instagram um vídeo no qual posa junto dos animais resgatados e dá sua versão da história.

"Fomos chamados [à casa de Margarida Bonetti], pois havia denúncias que tinham gatos dentro da casa. Foi encontrada mais uma cachorra debilitada, que já está sob nossos cuidados. Há 15 dias resgatamos duas. Uma com um tumor enorme e as duas com exames de saúde muito alterados. A casa é insalubre, imunda e coloca em risco toda a saúde da comunidade em torno", detalhou, na legenda da publicação.

Ela também condenou as pessoas que tentam dar razão a Margarida Bonetti na questão e recordou que a mulher é uma foragida da Justiça dos EUA, acusada de manter sua ex-empregada doméstica em condições análogas á escravidão, além de outros crimes de agressões, abusos e torturas.

"A criminosa é a Margarida. A vítima desta história é a mulher analfabeta que foi escravizada e maltratada por 20 anos! Não confundam as coisas. Ela nunca pagou pelo crime seríssimo que cometeu. E nem vai pagar. Inacreditavelmente. E tem gente ainda querendo transformar em vítima a vilã da história", disse Luísa.

Compartilhe