Diário de São Paulo
Siga-nos
INVERNO

São Paulo termina junho com previsão de recorde de frio

Grande frente fria traz queda brusca na temperatura e previsão de mínimas históricas para a capital paulista

São Paulo termina junho com previsão de recorde de frio - Imagem: Reprodução / Paulo Pinto / Agência Brasil
São Paulo termina junho com previsão de recorde de frio - Imagem: Reprodução / Paulo Pinto / Agência Brasil

Sabrina Oliveira Publicado em 28/06/2024, às 12h47


São Paulo se prepara para um final de junho atípico, marcado pela chegada de uma intensa frente fria acompanhada por uma massa de ar polar. Este final de semana promete ser um dos mais frios do ano na cidade, com mudanças drásticas nas condições meteorológicas já a partir deste sábado (29).

O dia amanhecerá com sol, mas à medida que a frente fria avança, a nebulosidade aumentará significativamente ao longo da tarde, podendo resultar em garoa durante a noite na região metropolitana. Esta frente fria, considerada a mais forte do ano até o momento, continuará seu avanço pelo país, trazendo consigo uma circulação intensa de ventos em diversos níveis da atmosfera, o que favorece a concentração de umidade sobre São Paulo no domingo.

A partir do domingo, espera-se um acentuado declínio nas temperaturas. As máximas e mínimas despencarão na cidade, com previsão de mínima em torno de 11 °C e máxima não ultrapassando os 15 °C. A madrugada de segunda-feira (1º de julho) poderá marcar recordes históricos de baixas temperaturas, com mínimas podendo atingir 10 °C, algo incomum para esta época do ano.

Além da queda nas temperaturas, ventos moderados a fortes, com rajadas que podem chegar a 60 km/h, contribuirão para intensificar a sensação de frio ao longo do dia.

Compartilhe  

últimas notícias