Diário de São Paulo
Siga-nos

EUA: menino de 2 anos é achado sozinho após pais morrerem em tiroteio em festa de 4 de julho

Imagem EUA: menino de 2 anos é achado sozinho após pais morrerem em tiroteio em festa de 4 de julho

Publicado em 07/07/2022, às 00h00 - Atualizado às 12h25 Mateus Omena


Um menino de 2 anos foi achado coberto de sangue e sozinho depois que seus pais foram mortos em um ataque a tiros durante as comemorações do 4 de julho, nos arredores de Chicago, nos Estados Unidos, na segunda-feira. Eles estão entre as sete vítimas fatais do tiroteio.

De acordo com a BBC, Irina McCarthy, 35, e Kevin McCarthy, 37, morreram depois que o atirador abriu fogo do topo de um edifício contra as pessoas que assistiam a um desfile de comemoração ao Dia da Independência dos Estados Unidos, na cidade de Highland Park.

O filho do casal, Aiden, não foi atingido e foi encaminhado pelas autoridades aos cuidados dos avós.

Após o massacre, o menino foi encontrado por uma das testemunhas coberto de sangue debaixo de um homem que agonizava. Segundo o jornal New York Times, Aiden estava em choque e perguntava pelos pais.

Outros jornais americanos destacaram que várias pessoas ficaram sensibilizadas com a tragédia e tentaram acolher e ajudar Aiden. Outros criaram uma página de arrecadação de recursos para dar assistência ao menino, e a conta já acumula mais de US$ 2,3 milhões (R$ 12,5 milhões). O fundo, administrado por amigos da família, será utilizado para ajudar os cuidadores encarregados de criar Aiden.

Em entrevista à emissora NBC, o pai de Aiden, Kevin McCarthy, foi descrito pelo chefe dele, Joe Nolan, da empresa Jaguar Gene Therapy, como um funcionário exemplar e um pai amoroso.

“Fora do trabalho, era um pai orgulhoso, um marido dedicado, que adorava sua família. Vamos sentir muita falta dele”, disse.

A mãe de Aiden, Irina, nasceu na Rússia, mas morava com a família em Chicago. Amigos e familiares procurados pela imprensa apontaram que os pais de Aiden amavam muito o filho e planejavam ter um segundo bebê no futuro.

No início da semana, foi noticiado que seis pessoas morreram no ataque de segunda-feira (4). No entanto, uma sétima vítima, que foi levada para o hospital em estado grave, faleceu na terça-feira (5).

Compartilhe