Diário de São Paulo
Siga-nos

Cruzeiro anuncia data de votação que pode expulsar ex-presidente Wagner Pires de Sá

Um ano e nove meses após deixar a presidência do Cruzeiro, Wagner Pires de Sá pode ser expulso do quadro de Conselheiros do Cruzeiro. O clube informou, nesta

Cruzeiro anuncia data de votação que pode expulsar ex-presidente Wagner Pires de Sá
Cruzeiro anuncia data de votação que pode expulsar ex-presidente Wagner Pires de Sá

Publicado em 01/10/2021, às 00h00 - Atualizado às 11h07 Redação


Antigo mandatário celeste é réu em investigação do Ministério Público e pode ser excluído do quadro de conselheiros do Cruzeiro

Um ano e nove meses após deixar a presidência do Cruzeiro, Wagner Pires de Sá pode ser expulso do quadro de Conselheiros do Cruzeiro. O clube informou, nesta sexta-feira, que será realizada uma reunião extraordinária do Conselho Deliberativo, no dia 18 de outubro às 18h30. Na pauta, a votação para possível expulsão do ex-presidente do Cruzeiro do quadro de conselheiros do clube.

Wagner Pires de Sá ainda estava no quadro de Conselheiros do Cruzeiro — Foto: Igor Sales/ Cruzeiro

Wagner Pires de Sá ainda estava no quadro de Conselheiros do Cruzeiro — Foto: Igor Sales/ Cruzeiro

Como ex-presidente, Wagner tem direito a uma cadeira entre os Beneméritos do Conselho Deliberativo. Segundo o clube, a exclusão é um pedido do atual presidente, Sérgio Santos Rodrigues. A convocação é fundamentada “a partir de uma série de documentos cedidos ao Comitê de Ética, Disciplina e Corregedoria”.

Wagner deixou o Cruzeiro no fim de 2019, após o rebaixamento para Série B. O clube fechou o ano com dívida total de cerca R$ 800 milhões. Em função da grave crise financeira, o Cruzeiro enfrenta sucessivos processos e sofreu com punições impostas pela FIFA. Na Justiça, ele é réu em denúncia oferecida pelo Ministério Público e responderá por até quatro crimes: lavagem de dinheiro, apropriação indébita, falsidade ideológica e organização criminosa.

.

.

.

Globo Esporte

Compartilhe