Diário de São Paulo
Siga-nos
Meio Ambiente

Ubatuba terá pedágio ambiental a partir de agosto; confira valores

A prefeitura da cidade já adiou duas vezes a data de início da cobrança

Ubatuba terá pedágio ambiental a partir de agosto; confira valores - Imagem: reprodução Instagram @ubatuba / portal Macamp
Ubatuba terá pedágio ambiental a partir de agosto; confira valores - Imagem: reprodução Instagram @ubatuba / portal Macamp

Publicado em 02/08/2022, às 15h35 Vitória Tedeschi


A partir do dia 20 de agosto, turistas que forem visitar a cidade de Ubatuba, no litoral norte de São Paulo, terão que contribuir com a Taxa de Preservação Ambiental (TPA).A cobrança, instituída pela prefeitura local, foi idealizada para controlar o grande volume de turistas na cidade e reduzir impactos ambientais.

Segundo a administração municipal, os valores recebidos com a taxa serão destinados para ações que visem preservar as praias, paisagens e a natureza local.A arrecadação também intenciona minimizar a quantidade de lixo produzido pela superlotação na cidade, principalmente no verão e datas festivas, como o Réveillon.

Isso porque dados levantados pela prefeitura revelam que cerca de 10,5 mil toneladas de detritos são produzidas entre os meses de dezembro e janeiro, o que equivale a 25% do resíduo gerado na cidade durante o ano todo. Quando mal descartados, esses restos orgânicos e inorgânicos acabam poluindo as praias e o oceano, gerando grande impacto à vida marinha, à fauna e flora do município.

Como vai funcionar?

Os valores variam de R$ 3 a R$ 70, de acordo com o veículo e serão pagos na entrada e saída da cidade, a partir de equipamentos específicos . Os pagamentos vão ser feitos por leitura de QR codes, PIX, cartões e também por boleto que é entregue no endereço do motorista, já que o sistema vai acessar os dados da placa.

  • Motocicletas: R$ 3
  • Veículos: R$ 10
  • Caminhonetes: R$ 15
  • Veículos maiores, como ônibus: entre R$ 30 e R$ 70

Estão isentos da taxa moradores, proprietários de casas no município, ambulâncias e veículos de serviços, mas para isso, é preciso fazer um cadastro. Carros com placas das demais cidades do litoral também estão isentos.

Dúvidas sobre o cadastro podem ser tiradas pelo site, e-mail [email protected] ou pelo telefone (12) 99765-8500.

A cidade que tem 90% de sua área dentro de zona de preservaçãoe argumenta que o “pedágio” compensará o “impacto e degradação ambiental”. Assim como outras cidades turísticas conhecidas, a tecnologia estará a serviço da cobrança, ainda mais porque Ubatuba é o primeiro município que não possui área segregada.

Compartilhe