Diário de São Paulo
Siga-nos
Economia

Azul e Gol vão compartilhar rotas: veja como vai funcionar

As companhias aérea anunciaram o acordo nesta sexta-feira (24)

Azul e Gol vão compartilhar rotas: veja como vai funcionar. - Imagem: reprodução /freepik
Azul e Gol vão compartilhar rotas: veja como vai funcionar. - Imagem: reprodução /freepik

Lillia Soares Publicado em 24/05/2024, às 14h47


Azul e Gol anunciaram nesta sexta-feira (24) um acordo de codeshare, que integrará suas rotas domésticas exclusivas no Brasil. Esse tipo de parceria comercial permitirá que as companhias compartilhem voos apenas nas rotas onde apenas uma delas opera. Não haverá compartilhamento em trajetos onde ambas as companhias atuam.

Juntas, conforme informa o portal CNN, a Azul e Gol realizam cerca de 1.500 decolagens diárias. Com o acordo, serão oferecidas mais de 2.700 viagens com uma única conexão.

Abhi Shah, presidente da Azul, declarou em comunicado oficial que a parceria trará "enormes benefícios" aos clientes, incluindo centenas de novas rotas nacionais, melhores oportunidades de conexão e maior flexibilidade no programa de milhagem.

Os clientes poderão aproveitar as vantagens dessa colaboração a partir do final de junho, quando as novas ofertas estarão disponíveis nos canais de venda das duas empresas.

Os consumidores poderão pesquisar e adquirir passagenspara trechos nacionais exclusivos tanto da Azul quanto da Gol através dos canais de venda de ambas as companhias, ampliando assim as opções de destinos disponíveis.

No que diz respeito às milhas, os clientes terão a flexibilidade de escolher em qual programa desejam acumular seus pontos. Isso significa que, se um voo da Gol for comprado pelo site da Azul, o cliente poderá optar por acumular as milhas no programa Azul Fidelidade ou no Smiles. Essa flexibilidade se aplica tanto a voos com conexão quanto a trechos individuais.

Para remarcações e cancelamentos de reservas, os clientes deverão utilizar os canais da companhia aérea onde a passagem foi comprada. Além disso, as facilidades adicionais, como a escolha de assentos especiais, despacho de bagagens e benefícios de programas de fidelidade, continuarão a ser regidas pelas regras específicas de cada companhia aérea.

Compartilhe  

últimas notícias