Diário de São Paulo
Siga-nos
Proteção contra roubos

Android introduz ‘modo ladrão’ para proteger usuários de roubos; veja como ativar

Novo recurso de segurança usa inteligência artificial para bloquear a tela de celulares android se identificar um roubo

Google também anunciou outras medidas de segurança - Imagem: Reprodução / Joédson Alves / Agência Brasil
Google também anunciou outras medidas de segurança - Imagem: Reprodução / Joédson Alves / Agência Brasil

Sabrina Oliveira Publicado em 16/05/2024, às 10h37


O Google revelou um inovador recurso de segurança para o sistema operacional Android, chamado "Theft Detection Lock" (Bloqueio de Detecção de Roubo), projetado para proteger os usuários contra roubos. A tecnologia, que utiliza inteligência artificial para identificar movimentos suspeitos, como um roubo, bloqueará automaticamente a tela do celular se detectar que o dispositivo foi arrancado abruptamente das mãos do usuário.

A novidade foi anunciada durante o Google I/O, evento anual da empresa voltado para desenvolvedores. De acordo com o Google, o "Theft Detection Lock" estará disponível ainda este ano em dispositivos que utilizem Android 10 ou versões posteriores do sistema operacional.

O 'Theft Detection Lock' usa a inteligência artificial do Google para detectar se alguém arranca seu telefone de sua mão e tenta correr, andar de bicicleta ou se afastar rapidamente", explicou a empresa durante o anúncio.

Este recurso será especialmente útil em cenários comuns de roubo, como os ataques da "gangue da bicicleta", onde criminosos em bicicletas ou motocicletas roubam celulares de pedestres desavisados. Esse tipo de crime tem se tornado cada vez mais frequente em áreas urbanas densas, como o centro de São Paulo.

Além do "Theft Detection Lock", o Google anunciou outras medidas de segurança durante o evento. Uma delas inclui o bloqueio da tela do dispositivo após múltiplas tentativas fracassadas de autenticação. Isso dificultará ainda mais o acesso ao aparelho por parte de criminosos.

Outra medida prevê o bloqueio do acesso aos conteúdos do celular se o sistema detectar várias tentativas de desconectar o aparelho da internet ou de redes móveis. Essas camadas adicionais de segurança visam proteger os dados dos usuários, mesmo que o dispositivo seja fisicamente roubado.

Compartilhe  

últimas notícias