Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

NEYMAR E GILLETTE: TIRO PELA CULATRA

Publicado

em

NEYMAR E GILLETTE: TIRO PELA CULATRA

Olá, amigos do BOM DIA.

Sabe aquele ditado popular que diz: “Nessa panela quanto mais se mexe, mais fede”? Pois é! Ele cabe  direitinho na ação que envolveu Neymar e a Gillette, uma das empresas que tem o craque brasileiro como garoto propaganda, tentando melhorar a sua imagem após tudo o que aconteceu na Copa da Rússia.

Poucos entenderam e apoiaram essa ação. Depois de exibido na TV no domingo à noite as redes sociais e os meios de comunicação mergulharam no assunto, que viralizou por o Planeta Terra.

Do ponto de vista de marketing e publicidade seria um tiro certo. Neymar, pai e filho, concordaram com a Grey, a Agência que tem a conta da Gillette. Pela visão deles seria um golaço do craque se desculpando, admitindo que enfeita e que ainda é um garoto (aos 26 anos?). Confirmou – com  razão – que batem muito nele e que apanha demais. E é verdade, por culpa dos árbitros que permitem que isso aconteça.

O “X” da questão, todavia, é que aí a culpa é também do Neymar que quando não leva pancadas, muitas vezes as simula ou às vezes as enfeita demais. Uma falsa malandragem, concordam? Isso se espalhou e criou nos árbitros essa prevenção, essa “bronca” em razão do comportamento dele. Mesmo tendo sofrido faltas duras, violentas, percebe-se, árbitros passam batido, fazem vistas grossas em punição aesse comportamento contumaz dele.

A Copa da Rússia foi terrível para ele e para a nossa seleção. Nas minhas anotações 51 faltas para o Brasil, 25 das quais nele e 19 no pé direito (tornozelo), o operado. Por que será que era lá que batiam?

As encenações – mesmo nos casos de faltas acontecidas – levaram árbitros a não assinalá-las e isso ganhou dimensões exageradas mundo afora.

A Copa acabou e quando se esperava que o tempo se encarregaria de colocar tudo no esquecimento … BUMMM !!! Explode o comercial da derrota e do perdão.

Objetivo atingido plenamente: repercussão mundial (nota mil).

Mas… o reflexo foi terrível.

Por mais que os envolvidos (publicitários, marqueteiros, ele Neymar e o pai) quisessem aproveitar o que aconteceu na Rússia e ligar o assunto à necessidade de um novo homem, uma nova imagem, (sempre bem barbeado) foi um tiro no pé. Eles até já admitiram isso. Nos 5 continentes a mídia detona o “comercial” piorando mais ainda imagem que dele ficou após o Mundial.

Se de repente esse mesmo comercial fosse lançado após uma Copa América, com o Brasil campeão ou após ele ser eleito o Melhor do Mundo, o que ainda irá acontecer, acredito. O efeito seria mais positivo. Do jeito que aconteceu O TIRO SAIU MESMO PELA CULATRA. Infelizmente.

mais lidas