Siga nossa Redes

Esportes

Na briga para ser craque da Copa do Brasil, Raphael Veiga busca temporada perfeita no Palmeiras

esportes

Publicado

em

Na briga para ser craque da Copa do Brasil, Raphael Veiga busca temporada perfeita no Palmeiras

Meia começou 2020 desacreditado, deu a volta por cima e pode terminar temporada no auge

A temporada de 2020 (que terminará no próximo domingo para o Palmeiras) pode ser praticamente perfeita para Raphael Veiga. Destaque no jogo de ida da final da Copa do Brasil, diante do Grêmio, o meia disputa o prêmio de melhor jogador da competição e pode levantar mais uma taça neste domingo, às 18h, no Allianz Parque, na grande decisão.

Caso o título se confirme, Veiga conquistará o terceiro título com o Palmeiras na temporada e, muito possivelmente, será coroado com o troféu de destaque do torneio. Algo praticamente inimaginável no início da temporada. Ele também esteve nas campanhas do Paulistão e da Libertadores.

Quando retornou do empréstimo ao Athletico-PR, no início de 2019, havia grande expectativa em Veiga. No time paranaense, ele havia disputado 48 jogos em 2018 e fez nove gols.

No entanto, a expectativa não se tornou realidade, e Raphael Veiga teve muitas dificuldades para se encaixar na equipe. A falta de títulos naquele ano só agravou as críticas ao meia, que disputou 30 jogos (de 68 possíveis) e fez apenas cinco gols.

A má fase fez o Palmeiras colocar Raphael Veiga no mercado. O clube estava aberto a ouvir propostas pelo jogador. A chegada de Vanderlei Luxemburgo, porém, mudou as perspectivas, e o treinador apostou na reviravolta de Veiga.

E a aposta foi certeira. No início de 2020, o meia ainda teve algumas dificuldades para ganhar sequência. No Campeonato Paulista, por exemplo, foram apenas nove jogos disputados, a maioria saindo do banco de reservas.

Mas curiosamente, não foi com Luxemburgo, que pediu sua permanência, que Veiga despontou. Após a saída do treinador, em outubro de 2020, o meia passou a ser decisivo e titular absoluto, primeiro com Andrey Lopes, e depois com Abel Ferreira.

Nos dez jogos após a saída de Vanderlei Luxemburgo do Palmeiras, Raphael Veiga marcou oito gols e se consolidou no time. Na temporada de 2020 já são 18 gols anotados em 54 jogos, o que já é a melhor marca de sua carreira.

Caso marque mais dois gols no próximo domingo, diante do Grêmio, às 18h, no Allianz Parque, Veiga terminará a competição com a artilharia da Copa do Brasil, ao lado de Nenê, Léo Gamalho e Rodolfo, (todos têm seis gols no torneio).

Embora tenha números expressivos na temporada, o jogador já está há um bom tempo sem balançar as redes. O último gol de Raphael Veiga foi anotado no dia 18 de janeiro, quando marcou dois na vitória por 4 a 0 sobre o Corinthians, pelo Campeonato Brasileiro.

Raphael Veiga cresceu sob o comando de Abel Ferreira — Foto: Marcos Ribolli

Raphael Veiga cresceu sob o comando de Abel Ferreira — Foto: Marcos Ribolli

.

.

.

Fonte: G1 – Globo.

Publicidade

mais lidas