Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Sem categoria

Indianos celebram vitória da “filha da Índia” Kamala Harris

Publicado

em

Indianos celebram vitória da "filha da Índia" Kamala Harris

Kamala tem mãe indiana e pai jamaicano

Os indianos dispararam fogos de artifício nesse domingo (8) e fizeram orações de gratidão pela eleição de Kamala Harris como próxima vice-presidente dos Estados Unidos (EUA), em um momento de orgulho para indianos-americanos.Indianos celebram vitória da "filha da Índia" Kamala HarrisIndianos celebram vitória da "filha da Índia" Kamala Harris

Harris, filha de mãe indiana e pai jamaicano que imigraram para os EUA a fim de estudar, fez história ao se tornar a primeira mulher a vencer a eleição para o cargo.

Em sua localidade ancestral no Sul da Índia, a cerca de 14 mil quilômetros de Washington, crianças seguravam pôsteres de Kamala Harris, enquanto pessoas se reuniam em um templo hindu para agradecer aos deuses pela vitória que ela e o presidente eleito, Joe Biden, conquistaram.

Os religiosos do templo, na vila de Thulasendrapuram, banharam a divindade local com leite e fizeram orações. Mulheres desenhavam murais e músicos tocavam canções tradicionais.

“Uma mulher vinda desta pequena vila agora ocupa um dos cargos mais altos nos EUA. É um momento de orgulho”, disse R Kamaraj, um ministro do governo no estado de Tamil Nadu que se juntou às comemorações.

Kamala Harris se identifica como uma negra americana, mas também falou sobre sua herança indiana durante a campanha.

Em discurso na noite de sábado (7), Harris disse que sua falecida mãe, Shyamala Gopalan, era a mulher mais responsável por sua presença alí.

Dezenas de indianos e americanos de origem indiana recorreram às redes sociais para parabenizar Harris, incluindo os atores Priyanka Chopra Jonas e Mindy Kaling.

Kaling tuitou imagens de Harris e escreveu: “chorando e segurando minha filha, olha, baby, ela se parece com a gente”.

.

.

.

REUTERS

mais lidas