Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Polícia

Delegacias do Centro de SP e de Praia Grande têm aumento nos registros de roubos durante a pandemia, diz Sou da Paz

Publicado

em

Governo enviou 300 servidores para ajudar em buscas no Amazonas

O Instituto Sou da Paz analisou a quantidade de roubos em todas as delegacias do estado de São Paulo nos meses de janeiro de 2021 e janeiro de 2022. A região central da capital paulista e a cidade de Praia Grande, no litoral, tiveram aumento nos números de registros desses crimes no período durante a pandemia de Covid.

Nesse levantamento, feito a partir de dados da Secretaria da Segurança Pública (SSP), não foi considerado o roubo a banco e o roubo de carga. As cinco delegacias com o maior aumento no número de registros de roubos no estado são:

Roubos em São Paulo

Distrito Policial 2021 2022 Variação
3º DP, Campos Elíseos, São Paulo 338 703 + 365
2º DP, Praia Grande 44 158 + 114
4º DP, Consolação, São Paulo 132 241 + 109
3º DP, Praia Grande 11 81 + 70
11º DP, Santo Amaro, São Paulo 139 208 + 69
3º Distrito Policial, Campos Elíseos, teve aumento no registro de roubos durante a pandemia — Foto: Reprodução/Google Maps

3º Distrito Policial, Campos Elíseos, teve aumento no registro de roubos durante a pandemia — Foto: Reprodução/Google Maps

O 3º Distrito Policial (DP), no bairro de Campos Elíseos, no centro de São Paulo, foi a delegacia que teve maior aumento de registros de roubos, comparando janeiro deste ano com o mesmo período do ano passado. Foram 338 boletins de ocorrência em 2021 e 703 em 2022, o que representa 365 registros a mais.

Logo em seguida aparece o 2º DP de Praia Grande, com 44 boletins de ocorrência em janeiro no ano passado e 158 no mesmo período deste ano: 114 registros a mais.

Os outros três distritos com aumento de casos de roubos são da capital paulista e Praia Grande também. Vídeos e câmeras de segurança chegaram a gravar parte desses roubos. Eles mostram que os assaltantes atacam vítimas que, geralmente, estão caminhando nas ruas. No litoral, por exemplo, os bandidos agem em regiões próximas a casas de veraneio, onde há presença de turistas.

O Sou da Paz também tabulou as cinco delegacias que tiveram queda no registro de roubos comparando janeiro de 2022 com o mesmo período de 2021:

Queda de roubos em São Paulo

Distrito Policial 2021 2022 Variação
41º DP, Vila Rica, São Paulo 145 96 – 49
1º DP, Diadema 166 125 – 41
3º DP, São Bernardo do Campo 112 74 – 38
101º DP, Jardim das Imbuias, São Paulo 208 170 – 38
8º DP, Osasco 97 60 – 37

Apesar de o levantamento indicar queda nos registros de roubos em delegacias da capital, Diadema, São Bernardo e Osasco, outras cidades da região metropolitana, pessoas ouvidas pela reportagem disseram que a sensação de insegurança continua.

“Eu particularmente indo trabalhar, as 7h fui assaltada”, disse a auxiliar administrativo Karen de Santana Soares Santos.

“Até tem policiamento, mas a criminalidade está maior”, falou Vanessa de Jesus Moraes, que trabalha como auxiliar administrativo.

 

“Falta investimento no policiamento”, afirmou a administradora Zilma dos Santos.

.
.
.
.
.
.
G1

mais lidas