Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

Comentarista esportivo Orlando Duarte morre aos 88 anos vítima de Covid-19

Publicado

em

Comentarista esportivo Orlando Duarte morre aos 88 anos vítima de Covid-19

Jornalista estava internado em São Paulo e também lutava contra o Alzheimer.

O comentarista esportivo Orlando Duarte morreu na manhã desta terça-feira (15), aos 88 anos, vítima da Covid-19. Ele, que ficou três semanas internado para o tratamento em São Paulo, também lutava contra o Mal de Alzheimer desde 2018.

O jornalista estava internado na unidade do Hospital Sancta Maggiore do Paraíso, Zona Sul da capital, para tratamento da infecção pelo coronavírus e de dois aneurismas.

De acordo com a assessoria de imprensa da Prevent Senior, proprietária da rede de hospitais, “o jornalista faleceu na manhã desta terça-feira no Hospital Sancta Maggiore, após lutar contra a Covid-19 e outras enfermidades.”

Orlando Duarte vibra durante cobertura das Olimpíadas. Foto foi publicada na segunda-feira (14) pela esposa do comentarista esportivo — Foto: Redes Sociais/Reprodução

Orlando Duarte vibra durante cobertura das Olimpíadas. Foto foi publicada na segunda-feira (14) pela esposa do comentarista esportivo — Foto: Redes Sociais/Reprodução

Na segunda-feira (14), a esposa do jornalista, Conceição Duarte, homenageou Orlando, que foi seu companheiro por mais de 40 anos, com uma foto que o retratava emocionado durante a cobertura das Olimpíadas.

“A foto que vocês tanto conhecem e que eu, Conceição Duarte, mais gosto… expressa sua vibração em muitos dos momentos no esporte que ele viveu intensamente!”, escreveu ela.

Orlando Duarte deixa a mulher, Conceição, seis filhos e seis netos.

‘Eclético’

O jornalista nasceu em Rancharia, no interior de São Paulo, começou a carreira no jornal O Tempo, passou pela Gazeta Esportiva, rádios Jovem Pan e Trianon, e na TV teve passagem pela Globo, Cultura, SBT, Record e Band.

Ficou conhecido como o “Eclético” e “pai da memória esportiva do Brasil”, atuando na cobertura de 14 Copas do Mundo e 10 Jogos Olímpicos como repórter, locutor e cronista.

Foi também autor de mais de 30 livros sobre esportes, entre eles a biografia “Pelé: o Supercampeão”.

.

.

.

G1 – Globo.

mais lidas