Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

Atlético-MG “engrossa” dossiê para pedir à CBF reconhecimento de título de 1937 como Brasileirão

Publicado

em

Governo enviou 300 servidores para ajudar em buscas no Amazonas

Após a conquista do Brasileiro de 2021, a diretoria do Atlético-MG foi atrás de uma outra estrela. O clube tem a intenção de ir até a CBF e solicitar que a conquista do torneio “Campeão dos Campeões” de 1937 seja reconhecido como título oficial nacional. Entretanto, não há ainda nenhum pedido formal, e o dossiê do Galo continua sendo produzido.

Uma fonte do clube disse ao ge que “ainda se está pesquisando e tornando assim o dossiê mais robusto”. Este movimento já havia surgido nos bastidores do Galo quando a CBF unificou as Taças Brasil e Torneio Roberto Gomes Pedrosa como as primeiras edições do Brasileirão, pré-1971, quando o Atlético foi campeão.

Em 1937, o título conquistado pelo Atlético de Guará, Kafunga, Paulista e Nicola, virou trecho do hino oficial do clube. O Galo reúne recortes de jornais, entre outros documentos, para o convencimento da CBF. Por enquanto, não houve nenhum ofício ou outro tipo de protocolo do Atlético.

– Esse campeonato é legítimo. Estou estudando os materiais que temos da época e tudo é claro e comprova que somos campeões. Quando tivermos tudo pronto e muito bem fundamentado, levaremos pessoalmente ao presidente da CBF – disse o presidente Sérgio Coelho, à Rádio Itatiaia.

Em resumo, o Atlético foi campeão mineiro de 1936, vencendo a disputa contra o Siderúrgica. O futebol brasileiro estava em processo de profissionalização. A antiga CBD (que viraria CBF) cuidava apenas da seleção brasileira. O futebol nacional ficava nas mãos da FBF (Federação Brasileira de Futebol). No início de 1937, houve a elaboração do torneio envolvendo os campeões estaduais de Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo e Rio de Janeiro (então capital federal).

.

.

.

.

.

GE

mais lidas