Siga nossa Redes
xvideos4.pro julia jerez de garcia salinas.
ngentot pagkantot sa magandang kapitbahay.
www.hotdesimovs.com blowjobs and pussy play.

Esportes

Análise: Corinthians “pro gasto” deve se manter em turnê até a entrada das novas contratações

Publicado

em

Análise: Corinthians "pro gasto" deve se manter em turnê até a entrada das novas contratações

O Corinthians que luta com unhas e dentes para se manter no meio da tabela no Campeonato Brasileiro de 2021 viveu mais um capítulo de sua história na vitória por 2 a 1 contra o Cuiabá, na Arena Pantanal, na 13ª rodada do Brasileirão.

Vitória importante pelo lado anímico e pela soma de pontuação (agora são 17!), mas com uma exibição que mais uma vez deixou torcedores insatisfeitos com a falta de potência no segundo tempo.

A turnê do time de meio de tabela pode estar próxima do fim, mas só deve acabar mesmo com a entrada e adaptação dos recém-contratados Renato Augusto e Giuliano, que ainda precisam evoluir na parte física para jogarem no time de Sylvinho. Isso ainda não deve ocorrer contra o Flamengo, dia 1º.

Até aqui o Corinthians jogou só para o gasto. Venceu América-MG (fora), Sport (casa), Chapecoense (fora) e Cuiabá (fora) e perdeu quando encontrou adversários com melhor organização e qualidade, como Atlético-MG, Fortaleza, Bragantino e Atlético-GO. Em casa, somou só cinco de 18 pontos.

O jogo na Arena Pantanal

 

Contra o Cuiabá a estrutura foi a mesma: o 4-5-1 com o tripé de volantes, mas com menos ações do que de costume pelo lado direito, com um Gustavo Mosquito em jornada supreendentemente tímida. Adson, a novidade na vaga de Mateus Vital, foi a peça mais utilizada pelo lado oposto.

O início do jogo foi ruim, travado, sem chances para os dois times, mas a fragilidade do adversário aos poucos começou a abrir os espaços para que o Corinthians construísse a vitória.

Foi Roni quem iniciou a jogada de seu gol. Ele virou o jogo para Fagner, que na sequência fez um lançamento para a profundidade de Gabriel. O volante cruzou, Adson ajeitou, e o meio-campista apareceu para marcar. Pouco depois, o Timão fez 2 a 0: Mosquito forçou o erro de Uendel, Fagner tabelou com Jô, que achou Adson no outro lado da área. Gol importante para o garoto.

Em 45 minutos, o Corinthians havia finalizado três vezes, com dois gols marcados. Eficiência “Carillesca”. Sem brilhar, o Timão foi para o vestiário vencendo de uma forma tranquila e dando pinta de que cabia muito mais na etapa final. Mas, como tem sido rotina, o rendimento caiu bruscamente.

Difícil dizer se houve influência do calor, mas o Corinthians do segundo tempo quase nada criou, finalizou apenas uma vez contra o gol de João Carlos e, no final, ainda teve a defesa vazada num lance completamente estranho, em que Fábio Santos dividiu mal, e Cássio não mostrou reação para evitar.

Aos 25 min do 2º tempo - gol de cabeça de Rafael Elias do Cuiabá contra o Corinthians

Aos 25 min do 2º tempo – gol de cabeça de Rafael Elias do Cuiabá contra o Corinthians

Até aqui, apesar da quarta vitória, o torcedor do Corinthians viveu 13 rodadas de baixas expectativas.

Os olhares estão todos para os reforços: “quando estreiam?”; “como vão estar?”, “de que forma Sylvinho vai montar a equipe?”; e, por fim,” e Roger Guedes?” Perguntas feitas em qualquer conversa entre corintianos. Com jogos “pro gasto”, o foco do torcedor está na esperança dos dias melhores.

.

.

.

Fontes: Ge – Globo Esporte.

mais lidas