Diário de São Paulo
Siga-nos

Carnaval dos blocos de rua de SP em julho pode ser cancelado se não houver patrocinador, diz Nunes

Imagem Carnaval dos blocos de rua de SP em julho pode ser cancelado se não houver patrocinador, diz Nunes

Publicado em 01/07/2022, às 00h00 - Atualizado às 07h35 Redação


O carnaval fora de época dos blocos de rua de São Paulo poderá ser cancelado se não houver patrocinadores privados, afirmou o prefeito Ricardo Nunes (MDB) nesta quinta-feira (30). O evento está marcado para os dias 16 e 17 de julho e o pregão acontece dez dias antes, na terça-feira (7).

O primeiro pregão para o “Esquenta de Carnaval” foi feito na quinta-feira (24) e não teve interessados. Por isso, a Prefeitura baixou o lance inicial de R$ 10 milhões para R$ 6 milhões. Se não houver interessados, a festa será cancelada, segundo Nunes.

“Se não houver patrocínio privado, a Prefeitura não colocará dinheiro público nesse carnaval fora de época. Se a gente estivesse falando do carnaval de rua normal no começo do ano evidentemente a gente ia aportar para garantir o evento. Como é um evento extraordinário, se tiver patrocínio privado a gente vai fazer bem feito e se não tiver a prefeitura não vai colocar recurso público agora”. afirmou.

O Esquenta de Carnaval foi proposto como uma prévia para o carnaval de 2023, já que, oficialmente, a capital não teve a tradicional festa de rua, com trios elétricos. As datas foram escolhidas em abril, após o carnaval de rua ter sido cancelado em janeiro pelo prefeito Ricardo Nunes (MDB) por causa do avanço da pandemia de Covid-19.

Nunes reiterou que só não vai investir na festa agora porque se trata de uma situação específica em que a data da festa é “extraordinária”.

“Se no ano que vem a gente fizer o chamamento público e não tiver patrocinador, a gente vai colocar o recurso. Mas eu creio que deva ter interessado, reduzimos de R$ 10 milhões para R$ 6 milhões.”

Segundo a Secretaria Municipal de Cultura, foram recebidos 296 pedidos de inscrição de blocos, e, após eliminar duplicidades de cadastro e solicitações consideradas incompletas, restaram 216 blocos. As inscrições estão sob análise da equipe de coordenação técnica da prefeitura, que vai levar em conta trajetos e horários. Haverá apenas um desfile por bloco.

Entre os que estão sob análise estão blocos como Acadêmicos da Cerca Frango, Agrada Gregos, Baco do Parangolé, Bangalafumenga, Bloco Chá Da Alice, Bloco das Coleguinhas, Bloco Lua Vai, Bloco Minhoqueens, Domingo Ela Não Vai e Galo da Madrugada. Confira aqui a lista completa.

Compartilhe