Diário de São Paulo
Siga-nos

Bruno Gagliasso conta se acredita em reaproximação após briga com o irmão, Thiago Gagliasso

Imagem Bruno Gagliasso conta se acredita em reaproximação após briga com o irmão, Thiago Gagliasso

Publicado em 05/07/2022, às 00h00 - Atualizado às 22h25 Redação


Nesta terça-feira (5), na estreia do podcast “Quem Pode Pod” de Giovanna Ewbank e Fernanda Paes Leme,Bruno Gagliasso comentou sobre uma questão familiar delicada: uma briga que resultou no afastamento de seu irmão mais novo, o também ator, Thiago Gagliasso.

Durante trecho do podcast, em que Bruno foi o primeiro convidado, Giovanna faz a seguinte pergunta: “E você acha possível uma reaproximação entre vocês em algum momento?”, e o ator respondeu: “Em algum momento, talvez, sim. Hoje eu não consigo enxergar”.

Ele ainda explicou: “A admiração, respeito e afinidade hoje eu não sinto por ele. O que eu sinto é o amor de irmão”. O ator, também comentou sobre a briga: “Não é só posicionamento político. A gente enxerga a vida diferente”.

Bruno também fez questão de dizer que é mentira falar que essa distância não dói. “Mas a gente pensa muito diferente. Não é pensamento político, é como a gente enxerga a vida que é diferente. Tenho que respeitar e respeito. Minha mãe sofre muito, mas é a vida”, explicou.

Confira episódio na íntegra:

Entenda o motivo do distanciamento

Muito se especula sobre o principal motivo da briga entre os irmãos ser a diferença de pensamento sobre questões políticas, já que tudo começou em 2018 no momento das eleições no Brasil. Isso porque Bruno Gagliasso já fez críticas ao governo de Jair Bolsonaro,presidente que Thiago defende. 

Bruno e Thiago Gagliasso não se falam a cerca de 4 anos / Imagens: reprodução @thigagliasso / @brunogagliasso

Mas durante o mesmo episódio do podcast, Bruno fez questão de esclarecer que o problema inicial entre eles não foram apenas as divergências políticas: “Não é por causa de eleição, isso é bom deixar claro. Não foi por causa de política, mas eu e minha mulher fomos expostos de uma forma que não queríamos ter sido”, contou.

Compartilhe