Diário de São Paulo
Siga-nos
Tragédia

O que se sabe até agora sobre mortes e desaparecidos na ponte que desabou no Amazonas

O caso aconteceu nesta quarta feira (28), em Careiro

Ponte que desabou no km 25 da BR-319, no Careiro, em Manaus, no estado do Amazonas. - Imagem: reprodução I G1
Ponte que desabou no km 25 da BR-319, no Careiro, em Manaus, no estado do Amazonas. - Imagem: reprodução I G1

Juliane Moreti Publicado em 29/09/2022, às 16h17


Na manhã desta quarta-feira (28), uma ponte desabou sobre o Rio Curuçá no km 25 da BR-319 em Manaus, no estado do Amazonas. Três pessoas morreram e 14 ficaram feridas. As que conseguiram escapar do acidente relataram o acontecido e o Corpo de Bombeiros foi até o local.

A ponte havia sido interditada nesta segunda feira (26), devido a má estruturação, sendo permitido apenas a passagem de veículos leves. Ainda assim, por volta das 8h, a ponte não resistiu e 'engoliu' alguns veículos, levando a tragédia.

Segundo o Governo do Amazonas, pelo menos 12 veículos afundaram, deixando passageiros feridos, mortos e desaparecidos. Os machuados foram levados ao hospital para serem socorridos, e os que desapareceram estão sendo procurados pelo Corpo de Bombeiros.

As buscas retomaram hoje, por volta de 6h, com uma equipe de 40 homes para tentar encontrar as vítimas. O comandante-geral, Orleison Muniz, disse que ainda não há como precisar o número de desaparecidos.

Três pessoas, sendo dois homens e uma mulher, morreram. Maria Viana Cordeiro, servidora aposentada de 66 anos, o motorista Marcos Rodrigues Feitosa e o cirurgião-dentista Rômulo Augusto de Morais Pereira, de 36 anos.

Mortos pela tragédia. Imagem: reprodução I G1
Mortos pela tragédia. Imagem: reprodução I G1
Compartilhe  

últimas notícias