Diário de São Paulo
Siga-nos

Onda de calor escaldante provoca incêndios florestais em Portugal

Mais de 2 mil bombeiros, com o apoio de 28 aeronaves, combatem um total de 24 incêndios florestais em Portugal

Mais de 20 incêndios florestais se espalharam por Portugal nesta quarta-feira (13) - Imagem: Freepik
Mais de 20 incêndios florestais se espalharam por Portugal nesta quarta-feira (13) - Imagem: Freepik

Publicado em 14/07/2022, às 15h06 G1


Mais de 20 incêndiosflorestais se espalharam por Portugal nesta quarta-feira (13), ameaçando cidades e interrompendo o turismo em meio a uma onda de calor com temperaturas acima de 40ºC. (Veja mais fotos no final desta reportagem).

Na região sul do Algarve, popular entre os turistas, as autoridades bloquearam o acesso ao resort de luxo Quinta do Lago à medida que espessas nuvens de fumaça chegavam à região.

"O fogo está entrando em uma área urbana, com muita vegetação seca que, com pequenas faíscas, rapidamente se torna um incêndio secundário. Estamos preocupados e é isso que estamos falando às pessoas", disse Richard Marques, membro da proteção civil da região.

No distrito central de Leiria, ao norte de Lisboa, onde as temperaturaschegaram aos 45 ºC, autoridades bloquearam uma das rodovias principais. Chamas e fumaça podiam ser vistos em ambos os lados da estrada, enquanto helicópteros e aeronaves jogam água para tentar conter o fogo.
Mais de 2 mil bombeiros, com o apoio de 28 aeronaves, combatem um total de 24 incêndios florestais em Portugal.

Quase todo o continente de Portugalficou em alerta vermelho para condições extremas de calor, sendo as temperaturas mais altas nos distritos centrais de Santarém e Leiria, informou o instituto meteorológico IPMA. O recorde de temperatura já registrada no país foi em 2003, quando chegou a 47,3ºC.

Compartilhe