Diário de São Paulo
Siga-nos
Superação

Após vencer a Covid-19, paratleta santista bate o próprio recorde em competição

CBAt x CPB é modalidade realizada nas provas olímpicas e paralímpicas. Homologado oficialmente, é utilizado para que os atletas consigam melhorar suas marcas ou obter índices maiores

A campeã paralímpica bateu seu próprio recorde mundial, no lançamento de disco F52, com a marca de 18,25m, no Desafio CBAt x CPB - Imagem: divulgação Prefeitura de Santos
A campeã paralímpica bateu seu próprio recorde mundial, no lançamento de disco F52, com a marca de 18,25m, no Desafio CBAt x CPB - Imagem: divulgação Prefeitura de Santos

Publicado em 22/07/2022, às 15h48 Jair Viana


Beth Gomes (Equipe FW/Fupes) de Santos, litoral sul de São Paulo não vê dificuldades quando a missão é bater recordes nas pistas de atletismo.

A campeã paralímpica bateu seu próprio recorde mundial, no lançamento de disco F52, com a marca de 18,25m, no Desafio CBAt x CPB, nesta quinta-feira (21) no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo.

Depois enfrentar a covid-19, a santista superou a marca que obteve nos Jogos Paralímpicos de Tóquio, em 2021, de 17,62m.

"Extremamente feliz com o resultado alcançado, melhorando minha marca. Acabei de sair de uma covid, entrei na prova sem fazer muita força, mas era o dia", disse Beth.

O Desafio CBAt x CPB é modalidade realizada nas provas olímpicas e paralímpicas. Homologado oficialmente, é utilizado para que os atletas consigam melhorar suas marcas ou obter índices para competições.

"Agradeço a Deus, à minha treinadora Rose Farias, aos meus patrocinadores, à minha Equipe FW/Fupes e a todos os familiares e amigos que torcem por mim. Sou muito grata, pois sei que são essas boas vibrações que me fazem dar meu melhor e fazem meu disco ir cada vez mais longe", disse a paratleta.

Compartilhe