Diário de São Paulo
Siga-nos
Celebridade

Cid Moreira abre o coração e desabafa sobre adoção do filho: 'Maior besteira que já fiz na vida'

O ex-âncora segue em conflito com os filhos Rodrigo e Roger Moreira

Imagem: reprodução Instagram @ocidmoreira
Imagem: reprodução Instagram @ocidmoreira

Publicado em 02/08/2022, às 12h48 João Perossi


O ex-âncora do Jornal Nacional, Cid Moreira, de 94 anos, segue na justiça em conflito com os filhos Roger e Rodrigo Moreira.

Os filhos continuam em busca de uma decisão judicial favorável, alegando que o pai deve ser internado, porque está senil, e que a mulher de Cid, Fátima Sampaio, seja investigada por dilapidação do patrimônio do jornalista.

Em entrevista à revista Quem, Cid contou sobre a ingratidão de Roger, filho adotivo que é também sobrinho da ex-mulher do âncora. O jornalista diz ter adotado o filho por gratidão, mas que hoje se arrepende da decisão, e que não suporta ver o filho o difamando:

"Influenciado por ela [ex-mulher], acabei adotando ele por gratidão, porque ele estava trabalhando comigo. Sei lá por que fiz isso. Foi a maior besteira que eu fiz na minha vida. Esse cara vai para mídia falar que eu estava mal-alimentado. É um absurdo total, porque nem na minha época de infância, que meu pai era pobre, nós passamos fome. Muita gente acreditou nisso e entrei em um pesadelo. Mas a verdade é uma só. Entraram na justiça e perderam", declarou Cid.

O jornalista, idoso, também conta de quando Roger trabalhou com ele na gravação da Bíblia:

"Então, ele era um garoto inteligente, mexia em som. Quando comecei a gravar a Bíblia foi com ele, mas sou um cara exigente e quando não gosto de uma gravação, eu repito mil vezes, se for necessário. Eu queria gravar e o cara ficava de má vontade. Agradeci e dispensei. Não quer trabalhar aqui, vai trabalhar com a ex no salão de beleza dela", declarou.

Cid Moreira também fez delcaração forte sobre a impossibilidade de reconciliação com os filhos, que o teriam desonrado

"Eu fui jogado no lixo por causa de dinheiro. E foi a segunda vez que eles tentaram. A primeira, eles fizeram uma ondinha e tal, mas na segunda, como a internet cresceu, pegou fogo", disse Cid.

Compartilhe